“Vencendo os Inimigos da Fé”



Baixar 12.96 Kb.
Encontro17.06.2020
Tamanho12.96 Kb.

VENCENDO OS INIMIGOS DA FÉ

Lição 1: UMA VIDA ABUNDANTE

INTRODUÇÃO À SÉRIE

Nos próximos dois meses, novembro e dezembro, estudaremos em nossas Koinonias a série “Vencendo os Inimigos da Fé”. Como estamos na Estação do Cuidado, ela terá como objetivo principal preparar os novos convertidos para prevalecer nas lutas que sua nova fé lhes trará. As lições deverão ser ministradas de acordo com o seguinte cronograma:

03 a 09 de novembro 1. Uma vida Abundante

10 a 16 de novembro 2. Vencendo o Pecado

17 a 23 de novembro 3. Vencendo o Mundo

24 a 30 de novembro 4. Vencendo a Carne

01 a 07 de novembro 5. Vencendo o Diabo

08 a 14 de dezembro 6. As Armas da Nossa Vitória

15 a 21 de dezembro 7. Como Manter a Vitória

22 a 28 de dezembro Livre

29 a 04 de janeiro Livre

INTRODUÇÃO:

Entregar a vida a Jesus é a mais importante e melhor decisão que uma pessoa pode tomar. Contudo, a vida com Jesus não é um mar de rosas. Há inimigos a serem enfrentados, lutas a serem travadas. Temos, porém, a promessa de que ele estará conosco em todos os momentos (Mateus 28.20 - “Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”) e de que, com ele, iremos vencer (Romanos 8.37 - “Em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou”).Na lição de hoje, antes de abordarmos os inimigos da fé a serem vencidos, iremos tratar sobre a vida abundante que temos em Jesus. Afinal de contas, se fomos transferidos do Império das Trevas para o Reino da Luz (Colossenses 1.13 - “Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado”), apesar dos inimigos que ganhamos, NOSSA QUALIDADE DE VIDA MELHOROU.

TEXTO-BASE: João 10.10

DESENVOLVIMENTO:

Esse texto estabelece um grande contraste entre os propósitos do Diabo e os de Jesus. Enquanto o Diabo se dedica a obras de morte, Jesus atua na promoção da vida. Assim, enquanto estávamos nas trevas, experimentávamos a morte. Todavia, quando, através de Cristo, passamos para a luz, começamos a ter vida abundante.



1. EM SUA OPINIÃO, O QUE QUER DIZER VIDA ABUNDANTE?

No texto grego, a palavra correspondente a “vida” é “zoe” que, dentre outros significados, se refere ao tipo de vida que Deus e aqueles que estão com ele têm. Essa era a vida que Adão e Eva tinham antes de cair. Antes da queda, o homem e sua mulher tinham plena comunhão com Deus, um com o outro e com o restante da criação. Suas vidas eram cheias de propósito e significado. Viviam em um jardim com “todo tipo de árvores agradáveis aos olhos e boas para alimento” (Gênesis 2.9). Com o pecado, entretanto, eles perderam essa condição. Conforme a palavra de Deus (Gênesis 2.17), morreram. Foram expulsos do jardim (Gênesis 3.23). Esconderam-se da presença do Senhor (Gênesis 3.8). Acusaram um ao outro pelo ocorrido, ao invés de assumirem a responsabilidade (Gênesis 3.12). Passaram a ter que trabalhar com sofrimento e muito suor (Gênesis 3.17-19).

A vida de Deus foi o que o Diabo veio roubar. A vida de Deus foi o que Jesus veio devolver. E com abundância. A palavra grega correspondente a “abundante” tem como significado “excedendo o número ou tamanho usual”, “extraordinário”, “digno de nota”. A vida que Jesus dá é fora do padrão. Ele nos enche de propósito e significado. Ele nos conduz novamente à presença de Deus (Hebreus 10.19-22). Ele restaura relacionamentos quebrados. Ele alivia a carga pesada (Mateus 11.28-30).

2. COMO OBTER A VIDA ABUNDANTE?

Jesus disse: (João 4.13-14; 7.38). A vida abundante é muito bem descrita nesses versículos pelas expressões “nunca mais terá sede”, “fonte de água a jorrar para a vida eterna” e “do seu interior fluirão rios de água viva”. Como obter isso? De acordo com o texto, bebendo da água que Jesus dá e crendo nele. Isso fala de confiança e dependência.



Apenas confiando e dependendo de Jesus poderemos obter dele a vida abundante. Fora disso, só há morte. E isso é um grande problema, pois somos pessoas desconfiadas e independentes. Olhe o alerta que Deus deu através do profeta Jeremias: “O meu povo cometeu dois crimes: ele me abandonaram, a mim, a fonte de água viva; e cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retém água” (Jeremias 2.13). À parte de Jesus, tentamos alcançar a vida abundante por conta própria. Mas isso não é possível. Aqueles que acham que estão conseguindo, na verdade, estão enganados. O que experimentam é pouco e passageiro. A vida que Jesus dá é abundante e eterna.

3. VOCÊ TEM EXPERIMENTADO A VIDA ABUNDANTE QUE JESUS DÁ?

CONCLUSÃO:

Se você não tem experimentado uma vida abundante, há duas possibilidades: ou você ainda não entregou sua vida a Jesus ou, se entregou, ainda está retendo algumas coisas. Entregue sua vida a Cristo. Renda-se a ele por inteiro. Confie e dependa dele em todas as área da sua vida. O resultado disso será vida de Deus em abundância em você!


Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal