Vania Marta Figueiredo Yokomizo¹ Tania Maria Henneberg Benemond¹


Surg Cosmet Dermatol 2013;5(1):58­68



Baixar 1.38 Mb.
Pdf preview
Página5/28
Encontro01.08.2021
Tamanho1.38 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   28
Surg Cosmet Dermatol 2013;5(1):58­68.

Peelings químicos

59

HISTÓRICO

Os  peelings  químicos foram inicialmente descritos na

medicina egípcia, no papiro de Ebers, em 1550 AC. Relatórios

também são encontrados na literatura antiga grega e romana. Ao

longo dos séculos passados, algumas fórmulas foram transmitidas

pelas populações ciganas. Os dermatologistas começaram a mos-

trar interesse porpeelings no século XIX. Em 1874, em Viena, o

dermatologista Ferdinand Von Hebra utilizou a técnica para tra-

tar melasma, doença de Addison e efélides. Em 1882, em

Hamburgo, Paul G. Unna descreveu as ações do ácido salicílico,

da resorcina, do ácido tricloroacético (ATA) e do fenol sobre a

pele. Seu trabalho inicial foi seguido por muitos outros.

3

O uso de fenol foi desenvolvido após a Primeira Guerra



Mundial na França. Na Inglaterra, Mac Kee já havia trabalhado

com fenol para o tratamento de cicatrizes, mas não publicou

seus resultados até 1952. Enquanto isso, nos Estados Unidos

durante a década de 1940, Eller e Wolff forneceram a primeira

descrição sistemática sobre a utilização de fenol, ácido salicílico,

resorcina e neve carbônica para o tratamento de cicatrizes. A

moderna era dos peelings iniciou-se nos anos 60 com o desen-

volvimento de soluções modificadas de fenol (adição de óleo de

cróton, septisol e água) por Baker e Gordon, e avaliação histo-

lógica de resultados, comparando efeitos entre fenol e ATA. A

base científica para tratamentos com ATA foi ampliada na déca-

da de 1970 e início da seguinte por meio da comparação dos

efeitos histológicos entre três concentrações do ATA.

Paralelamente, alfa-hidroxi ácidos (AHA) foram desenvolvidos

por Van Scott e Yu para peelings mais superficiais indicados para

o tratamento de hiperqueratose. Posteriormente foi desenvolvi-

do o peeling com ácido glicólico.A descrição de combinações de

duas substâncias por Brody e Hailey, e depois por Monheit para

alcançar efeitos de profundidade média proporcionou progres-

sos no uso dos peelings. O desenvolvimento mais recente é o uso

de lipohidroxi-ácido (LHA).

4, 5




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   28


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal