Universidade de são paulo escola de comunicaçÃo e artes



Baixar 79.07 Kb.
Página1/10
Encontro29.10.2019
Tamanho79.07 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

ESCOLA DE COMUNICAÇÃO E ARTES

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO E ARTES

Carolina Reis Gaudencio nº USP 7618770

Enrique Lima Espinosa nº USP 9306682

Gabriela Mello Ribeiro de Araújo nº USP 9307206

Giovanni Araújo Cozer nº USP 9306974

Isabela Pazzetti nº USP 9307300

Marcus Vinícius Leite nº USP 9306320

Vinícius Gonçalves nº USP 9306824




MITOLOGIA EGÍPICIA
Prof. Ricardo Alexino

São Paulo

2016

INTRODUÇÃO
O conjunto de práticas religiosas presentes na sociedade egípcia durante o período que inicia-se no pré-dinástico (por volta de 3.000 a.C.) e se estende até o surgimento do cristianismo recebe, no mundo contemporâneo, o nome de mitologia egípcia, ou seja, o conjunto de crenças a que damos o nome de mitologia egípcia nada mais simboliza do que o antigo conjunto de práticas religiosas da comunidade do antigo Egito e sua cotidianidade conhecida atualmente. Dentre as diversas divagações a respeito do assunto, estudiosos divergem até mesmo pela denominação do período e práticas em questão, tido como na relação dicotômica entre os termos “mitologia” e “religião”, fato este que será dissertado com maior ênfase ao longo do recorte em questão.

Diante da vasta quantidade e variação dos mitos e histórias, neste trabalho optamos por ter como recorte e abordar mais profundamente o mito da deusa Ísis por ser um mito de grande impacto na cotidianidade egípcia e que acredita-se ser muito influente na cultura local. Além de tal fato, neste podem-se encontrar diversas analogias com outras culturas também no mundo ocidental.

O Egito é um país do nordeste da África que concentra a décima quinta maior população do mundo. Encontrado em uma região predominantemente desértica, o país é considera desde a antiguidade como uma "dádiva do rio Nilo" em torno do qual concentra a maior parte das suas atividades socio-economicas e em torno do qual, também, foram depositadas a maior parte das suas crenças, criações mitológicas e devoção popular. O país detém uma das mais longas histórias dentre os países modernos, tendo mais de seis mil anos de história cultural registrada; e sendo, até hoje ninho de reconhecimento turístico abrigando muitos dos monumentos mais famosos da história antiga e abrigando cerca de 12% da mão de obra do país dentro do setor turístico, incluindo entre a extensa lista, entre seus parques arqueológicos, as margens do mar Vermelho. Até hoje o Egito é reconhecido por ser um criador de tendências culturais no mundo da língua e da cultura árabe contemporânea, influenciados fortemente pela literatura, música, cinema e televisão egípcia.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal