Universidade Católica de Moçambique Instituto de Educação à Distancia a revista Claridade


Razões que Impulsionaram o Surgimento da Claridade



Baixar 67.4 Kb.
Página4/7
Encontro10.07.2022
Tamanho67.4 Kb.
#24198
1   2   3   4   5   6   7
LALP

Razões que Impulsionaram o Surgimento da Claridade


À mercê das situações (internas e externas) acima mencionadas, a partir da década de trinta, “é sobre Cabo Verde, sobre o drama do povo de Cabo Verde que os intelectuais decidiram debruçar-se, mostrando que Cabo Verde não é de forma alguma o jardim das Hespérides cantado pelos poetas da época anterior, não é o lugar onde os deuses vêm repousar. Pelo contrário, Cabo Verde é uma terra desprezada e esquecida onde os homens lutam diariamente contra uma natureza madrasta, vivem na miséria e morrem de fome. O drama reside na penosa constatação de que a natureza é, em Cabo Verde, tão rebelde e diabólica, que o homem não consegue vencê-la, que o homem antes de tudo é vítima dela, (Bourdieu, 2007, P. 99).
Desta preocupação-insatisfação com os problemas sociais da terra, da má governação vinda da metrópole e, ainda, com o propósito de ficcionar sobre um povo, detentor da sua identidade, realidade e/ou infortúnios, publica-se assim a revista Claridade.
Claridade – revista de arte e letras, foi lançada em Março de 1936, na cidade de Mindelo, capital de São Vicente que, devido à fixação do Liceu nesta ilha, era o principal centro de emancipação cultural, social, político e literário da sociedade cabo-verdiana. O núcleo dinamizador desta revista era constituído por Baltasar Lopes (considerado o líder do grupo), Manuel Lopes e Jorge Barbosa. Estava assim lançada a era moderna da literatura cabo-verdiana, (Bourdieu, 2007, P. 100).


    1. O Nome “Claridade”


No que concerne à escolha do nome da revista, de acordo com Lopes (1956), houve duas sugestões: “Havia na Argentina, em Buenos Aires, um grupo Claridade, um grupo de esquerda, portanto que nos era simpático.
Por outro lado, naquela altura eu e o Manuel Lopes – salvo erro o Manuel Lopes -, eu pelo menos e o Manuel Lopes também, tínhamos lido Le feu, de Barbusse e sabíamos que o Barbusse pertencia ao grupo Clarté, e daí a ideia de Claridade. De maneira que há esta dupla influência: Argentina e Barbusse” (Abdala JR, 1993, P.25).
Por outro lado, deparamos também com outras versões que podem legitimar a escolha do nome. Pires Laranjeira, por exemplo, defende que à ideia do nome escolhido pode estar subjacente o anúncio de um novo tempo, da clareza que pairou sobre a população, da iluminação que tanto o povo ansiava. (Abdala JR, 1993, P.120).
Ainda há quem sugere que o nome da revista, Claridade, pode também ter sido inspirado na existência do “farol dos Pássaros”, defronte ao porto de Mindelo. A sua luz intermitente ilumina toda a baía, sendo assim, pode ter servido de inspiração e imagem literária ao grupo fundador da revista.

    1. Baixar 67.4 Kb.

      Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal