Universidade católica de moçambique centro de Ensino à Distância Manual do Curso de Licenciatura em Ensino da Língua Portuguesa Literaturas Africanas em Língua Portuguesa I código: P0208 Módulo único 22 Unidades



Baixar 11.83 Mb.
Pdf preview
Página61/81
Encontro09.07.2022
Tamanho11.83 Mb.
#24191
1   ...   57   58   59   60   61   62   63   64   ...   81
Literatura Africana Em Língua Portuguesa I
o poema que se segue
Eu vou trazer para o palco da vida 
pedaços da minha gente, 
a fluência quente da minha terra dos trópicos 
batida pela nortada do vendaval de abril. 
 
Eu vou descer á Chácara 
Subir depois pelos coqueiros do pântano 
ao coração do Riboque, 
onde o Zé Tintche, tange sua viola 
neste findar dum dia de cais 
com gentes de longe 
na Ponte Velhinha 
num dia de passageiros(...)


 
Centro de Ensino à Distância 75 
Unidade 16. Lírica de São-Tomé: A temática da evocação à infância e da mulher e da 
terra-mãe (África) 
Introdução
 
Nesta unidade abordamos a situação da lírica são-tomense, 
concretamente sobre a temática da infância e da mulher e da terra-
mãe.
Ao completar esta unidade / lição, você será capaz de: 
Objectivos 
 Descrever a lírica de São Tomé;. 
 Identificar o papel da escritora Alda Espírito Santo na 
Literatura são-tomense. 
O sentido político de que se valeu Alda Espírito Santo ao referir-se 
à tarefa empreendida pelas mulheres na perspectiva das várias 
etapas de liberação que se lhes configuram repercute, em 
realidade, como uma missão secular e permanente, podendo ser 
avaliada em muitos momentos de sua própria poesia e de sua 
experiência política, aspectos que conviveram de modo 
indissociado em toda a sua trajetória particular, não estabelecendo 
disparidade entre a criação literária e a atuação político-social, o 
ideal estetizante da palavra e sua efetiva empregabilidade numa 
militância política cidadã. 
Nascidas ambas em 1926, Alda em São Tomé e Manuela na ilha 
do Príncipe, em suas obras individuais poderão ser identificadas 
zonas de confluência que apontam para um comprometimento 
ideológico dessa palavra poética na defesa dos ideais de libertação 
individual e coletiva. O aparecimento e a projeção destas autoras 
na literatura de São Tomé e Príncipe correspondem, 
cronologicamente, ao processo de tomada de uma consciência de 
classe e de identidade nacional no país e nas outras colônias 
portuguesas da África, o que naturalmente conduziria ao 
acirramento das lutas pela independência: 
É preciso não perder 
de vista as crianças que brincam: 
a cobra preta passeia fardada 
à porta das nossas casas. 
Derrubaram as árvores de fruta-pão 
Para que passemos fome 
E vigiam as estradas 
receando a fuga do cacau. 
A tragédia já a conhecemos: 
a cubata incediada, 
o telhado de andalav flamejando 
e o cheiro do fumo misturando-se 
ao cheiro de anduvi 



Baixar 11.83 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   57   58   59   60   61   62   63   64   ...   81




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal