Universidade católica de moçambique centro de Ensino à Distância Manual do Curso de Licenciatura em Ensino da Língua Portuguesa Literaturas Africanas em Língua Portuguesa I código: P0208 Módulo único 22 Unidades



Baixar 4.82 Kb.
Pdf preview
Página59/81
Encontro09.07.2022
Tamanho4.82 Kb.
#24191
1   ...   55   56   57   58   59   60   61   62   ...   81
Literatura Africana Em Língua Portuguesa I
 
Centro de Ensino à Distância 71 
Sumário 
Dimensionada numa matriz nacionalista, a escrita dos jovens 
estudantes da Casa do Império denuncia uma assumida vinculação 
à ideologia estética do Neo-realismo e configura dois grandes 
núcleos temáticos: a afirmação cultural e de uma insularidade 
africana, e a reivindicação do solo pátrio, realizando o discurso 
anti-colonial de identidade, e a denúncia da precariedade social 
das ilhas. 
Exercícios 
1. Descreve a poética de Alda Espírito Santo. 
2. Atente no poema a seguir de Alda Espírito Santo e analise a sua 
linha de orientação temática.
LÁ NO ÁGUA GRANDE 
 
Lá no Água Grande a caminho da roça 
negritas batem que batem co’a roupa na pedra. 
Batem e cantam modinhas da terra. 
 
Cantam e riem em riso de mofa 
histórias contadas, arrastadas pelo vento. 
 
Riem alto de rijo, com a roupa na pedra 
e põem de branco a roupa lavada. 
 
As crianças brincam e a água canta. 
Brincam na água felizes... 
Velam no capim um negrito pequenino. 
 
E os gemidos cantados das negritas lá do rio 
ficam mudos lá na hora do regresso... 
Jazem quedos no regresso para a roça. 
 
(1991) 
In Primeiro Livro de Poesia 


 
Centro de Ensino à Distância 72 
Unidade 15. A são-tomensidade: Alda Espírito Santo 
Introdução
 
Alda, é uma das maiores poetas dos países africanos de língua 
portuguesa. A sua poesia apresenta temáticas que vão mais além 
da sua militância política, luta e contestação. É uma das poucas 
mulheres que desempenhou um destacável papel na luta de 
resistência anticolonial para a libertação de São Tomé e Príncipe.
Ao completar esta unidade / lição, você será capaz de: 
Objectivos 
 Identificar a témática da poesia de Alda Espírito 
Santo. 
Alda Neves da Graça do Espirito Santo, nasceu em 1926 em S. 
Tomé. 
Alda do Espirito Santo é um afigura emblemática, não só da 
literatura e da cultura são-tomense, como também da história 
recente do país. A sua presença fez-se ao domínio colonial, motivo 
pelo qual interrompeu os estudos universitários, tendo terminado 
apenas os estudos secundários em Portugal, manteve-se após a 
independência, como destacada figura política, desempenhando 
cargos de Ministra de Educação e Cultura, Ministra da Informação 
e Cultura, Presidente da Assembleia Popular da Republica e 
Secretária Geral da UNEAS. 
Colaboração dispersa em diversas publicações regulares: 
Mensagem (CEI), Jornal de Angola, A Voz de S. Tomé. 
Alda Espirito Santo é também autora de uma poesia, na qual 
expressa o protesto e luta intimamente associada ás aspirações do 
seu povo. 
Alda Espírito Santo, senhora-mãe desse "Solo Sagrado da Terra", 
reafirma a cada instantânea coerência entre vida e poesia, ou 
melhor, a unidade entre protesto e luta. Pôs a língua portuguesa, 
incorporada com firmeza e serviço de de São-Tomé. A 
sensibilidade poética joga de mãos dadas com o seu explícito 
engajamento. 



Baixar 4.82 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   55   56   57   58   59   60   61   62   ...   81




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal