Universidade católica de moçambique centro de Ensino à Distância Manual do Curso de Licenciatura em Ensino da Língua Portuguesa Literaturas Africanas em Língua Portuguesa I código: P0208 Módulo único 22 Unidades



Baixar 11.83 Mb.
Pdf preview
Página44/81
Encontro09.07.2022
Tamanho11.83 Mb.
#24191
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   81
Literatura Africana Em Língua Portuguesa I
 
Centro de Ensino à Distância 52 
partir. O “fonema” representa a palavra e a promessa da terra/ 
Com pedras/ Devolvendo às bocas/ As suas veias/ De muitos 
remos (Idem, p. 13), ou seja, a própria independência política e 
cultural do povo cabo-verdiano. 
Segundo Mesquitela Lima, no prefácio da segunda edição de Pão 
& fonema, “no poema, fonema vem do fundo das goelas, das 
entranhas da alma, como um grito, (…) sinal de afirmação de si 
próprio, como povo, como cultura, como dignidade, como 
projecção no mundo”. (LIMA, 1980, p. 70) 
Figurando, desta maneira, os ritmos próprios do cabo-verdiano
esse fonema-palavra-grito passa a tomar corpo com a apresentação 
de um cartograma do Arquipélago nos três cantos do livro. O 
canto primeiro “Tchon de pove tchon de pedra” (Chão do povo, 
chão de pedra) explora, principalmente, a realidade das secas no 
quotidiano das ilhas e a necessidade de uma ruptura dos ciclos de 
fome e de espera por uma solução, como notamos, por exemplo
no poema que dá título e fecha esse canto: 
O rosto de teu filho brada pelo mar 
Como panelas mortas como panelas vivas 
mortas 
vivas 
nos fogões apagados 
Pilões calados fogões apagados 
No vulcão e na viola do teu coração 
Boca do povo no fogo dos nossos fogões apagados 
Chão do povo chão de pedra! 
O sol ferve-te o sol no sangue 
E ferve-me o sangue no peito 
Como o fogo e a pedra no vulcão do Fogo 
De sol a sol 
abriste a boca 
Secos os pulmões 
neles cresce-me 
a lenha do mato 
De sol a sol 
os meus ossos são verdes 
os teus ossos são plantas 
Como a fruta-pão o tambor e o chão 
De sol a sol 
gritei por Rimbaud ou Maiakovsky 
deixem-me em paz 
O mesmo sol que deixa os “fogões apagados” e os “pilões 
calados” porque ferve o chão, naturalmente de pedra, é capaz de 



Baixar 11.83 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   81




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal