Universidade católica de moçambique centro de Ensino à Distância Manual do Curso de Licenciatura em Ensino da Língua Portuguesa Literaturas Africanas em Língua Portuguesa I código: P0208 Módulo único 22 Unidades



Baixar 4.82 Kb.
Pdf preview
Página39/81
Encontro09.07.2022
Tamanho4.82 Kb.
#24191
1   ...   35   36   37   38   39   40   41   42   ...   81
Literatura Africana Em Língua Portuguesa I
 
Centro de Ensino à Distância 45 
Exercícios 
1. 
Explique as razões que motivaram o surgimento da revista 
certeza. 
2. 
Identifique entre os colaboradores da geração de Certeza, 
aqueles que fizeram parte da primeira geração dos claridosos. 


 
Centro de Ensino à Distância 46 
Unidade 09: Crítica aos Claridosos e a Literatura de Resistência: 
Suplemento Cultural 
Introdução
 
No final dos anos 1950 é lançado o Suplemento Cultural (1958, 
número único) que apresenta os poetas da Geração da Nova 
Largada: Ovídio Martins, Gabriel Mariano, Aguinaldo Fonseca e 
outros "negam o mito e se propõem a resgatar a história, incitando 
à acção" 
Ao completar esta unidade / lição, você será capaz de: 
Objectivos 
 Conhecer os fundamentos do suplemento cultural; 
 Identificar os colaboradores desta revista. 
A Geração do Suplemento Cultural, nascida em 1958, aparece 
como uma Geração muito identificada com uma verdadeira 
postura de revolta. Gabriel Mariano, Ovidio Martins e ainda 
Onesimo Silveira, abrem, com o Suplemento Cultural, o quarto 
período da literatura cabo-verdiana - o da cabo-verdianitude. 
O Suplemento Cultural saiu apenas uma vez, pois o segundo foi 
impedido de sair às bancas pela censura colonial da época. 
A situação de Cabo Verde na época levava a que este grupo de 
homens, reunido à volta desta Geração, questionasse politicamente 
as verdadeiras causas/razões de tal realidade comprometida, 
apelando, assim, à revolta humana. 
Desta forma, é amplamente reconhecido que este Suplemento 
Cultural marcou, definitivamente, uma atitude radicalmente 
diferente em relação às Gerações anteriores. Apesar de irem 
buscar a maturidade literária aos homens da Geração da Claridade 
(1936) e a maturidade político-social aos homens da Geração da 
Certeza (1944), os homens da Geração do Suplemento Cultural 
apresentam-se como homens da Geração da recusa (a favores 
específicos ao sistema colonial) que aposta na valorização da 
colectividade - cabo-verdiana, obviamente.
A evasão proposta pelo pasargadismo será contestada pelos 
escritores do suplemento cultural, anunciar-se-á o sentimento de 
anti-evasão e tendo como lema o dito “Não vou mais para 
Pasárgada”, os poetas do Suplemento Cultural (1958) e da 
Geração da Nova Largada (Ovídio Martins, Gabriel Mariano, 
Aguinaldo Fonseca entre outros) recusam o mito pasargadista e 
propõem a permanência em Cabo Verde como forma de 
resistência e acção, postura esta que já vinha sendo discutida pelos 
representantes da revista Certeza. 



Baixar 4.82 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   35   36   37   38   39   40   41   42   ...   81




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal