Universidade católica de moçambique centro de Ensino à Distância Manual do Curso de Licenciatura em Ensino da Língua Portuguesa Literaturas Africanas em Língua Portuguesa I código: P0208 Módulo único 22 Unidades



Baixar 4.82 Kb.
Pdf preview
Página20/81
Encontro09.07.2022
Tamanho4.82 Kb.
#24191
1   ...   16   17   18   19   20   21   22   23   ...   81
Literatura Africana Em Língua Portuguesa I
 
Centro de Ensino à Distância 22 
Colaboradores da Claridade 
Para além dos seus fundadores, convém mencionar duas outras 
personalidades que participaram na Claridade; o pintor e crítico 
Jaime de Figueiredo e o escritor João Lopes deram o seu 
importante contributo desde a fase inicial. Adicionalmente, 
colaboraram outros escritores ao longo da existência da Claridade, 
dando um valioso contributo bilingue não só para o 
desenvolvimento do projecto como também para o enriquecimento 
da literatura moderna cabo-verdiana, em geral. Foram eles, Pedro 
Corsino de Azevedo e José Osório de Oliveira, nos primeiros 
números; Henrique Teixeira de Sousa, Félix Monteiro, Nuno 
Miranda, Abílio Duarte, Arnaldo França, Luís Romano de 
Madeira Melo, Tomás Martins, Virgílio Pires, Onésimo Silveira, 
Francisco Xavier da Cruz, Corsino Fortes, Artur Augusto, Sérgio 
Frusoni e Virgílio de Melo, entre outros, nos restantes números 
publicados. 
Formação intelectual e soberania nacional 
A fundação do Liceu-Seminário eclesiástica e laica da Ribeira 
Brava, na Ilha de São Nicolau, foi uma das pedras fundamentais 
para o alicerce da edificação da literatura moderna cabo-verdiana. 
Anos mais tarde, teve lugar a criação dos liceus da Praia e do 
Mindelo. Foram escolas que, para além de formarem os quadros 
dirigentes da administração crioula, constituíram os cadinhos 
donde saíram sucessivas gerações de intelectuais que estão na 
origem da reacção contra a mão forte do processo colonialista. Tal 
processo abriria as portas à reivindicação política, de forma a que 
a História de Cabo Verde atingisse o seu apogeu com a 
Independência Nacional no dia 5 de Julho de 1975, e com a 
afirmação da Democracia e do desenvolvimento socioeconómico 
de que desfrutam os cabo-verdianos actualmente. 
Sumário 
A Claridade despertou e iluminou ainda mais a intelectualidade 
cabo-verdiana. Os vestígios dessa repercussão podem ser 
verificados 
nas 
obras-primas 
lançadas 
pelos 
escritores 
"claridosos", que marcaram a literatura cabo-verdiana, como: 
Arquipélago, Chiquinho, Chuva Braba e Os Flagelados do Vento 
Leste. 
Do mesmo modo, a revista lançou sementes literárias que 
germinariam em outras importantes publicações cabo-verdianas, 
tais como, Certeza (1944), Suplemento Cultural (1958), Raízes 
(1977) e Ponto & Vírgula (1983), em que se destacaram os 
escritores Gabriel Mariano, Ovídio Martins, Aguinaldo Fonseca, 
Terêncio Anahory, Yolanda Morazzo, Leão Lopes e Germano de 
Almeida 



Baixar 4.82 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   16   17   18   19   20   21   22   23   ...   81




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal