Universidade católica de moçambique centro de Ensino à Distância Manual do Curso de Licenciatura em Ensino da Língua Portuguesa Literaturas Africanas em Língua Portuguesa I código: P0208 Módulo único 22 Unidades



Baixar 11.83 Mb.
Pdf preview
Página18/81
Encontro09.07.2022
Tamanho11.83 Mb.
#24191
1   ...   14   15   16   17   18   19   20   21   ...   81
Literatura Africana Em Língua Portuguesa I
 
Centro de Ensino à Distância 20 
Os fundamentos deste movimento de emancipação cultural e 
política podem encontrar-se na nova burguesia liberal oitocentista 
que instituiu a Escola como elemento homogeneizador da 
diversidade étnica das ilhas, no pressuposto de que o processo de 
alfabetização e formação intelectual da população era 
indispensável ao desenvolvimento de uma consciência geral 
esclarecida. A Escola desencadeou uma fome de leitura que está 
na base do extraordinário desenvolvimento cultural de Cabo Verde 
no século XX. 
Atentos à realidade do quotidiano do povo das ilhas na década de 
1930, estes filhos esclarecidos de Cabo Verde preocuparam-se 
com a precária situação vivenciada pelo povo, manifestada pelo 
sofrimento, miséria, fome e morte de milhares de cabo-verdianos 
ao longo dos anos; uma situação com origem na má administração 
do arquipélago pelo governo de Portugal, principalmente durante 
o regime fascista do António de Oliveira Salazar; não sendo, no 
entanto, alheios à desastrosa situação do povo ilhéu e às 
frequentes estiagens. 
Os fundadores da Claridade lançaram as mãos ao trabalho. Isto é, 
"fincaram os pés na terra," de acordo com o seu célebre conteúdo 
temático, para a execução do seu plano de trabalho. No entanto, 
teriam que proceder de uma forma muito discreta, devido ao 
regime de censura colonial existente sob a vigilância constante e 
aterrorizada da PIDE (Polícia Internacional e de Defesa do 
Estado), temida pelo seu método de tortura; nomeadamente atrás 
das grades do presídio político do Campo do Tarrafal, na Ilha de 
Santiago. 
Para poderem dar conta da penosa situação de Cabo Verde
começaram por pensar que um jornal periódico seria a arma ideal - 
mais eficiente - para combater a situação. Porém, na sequência de 
lhes terem exigido um depósito de 50 mil escudos, uma quantia 
exorbitante na época, optaram pelo lançamento de uma revista. 
Claridade - o nome atribuído - resultou como um título bem 
escolhido, pois constituiu um ‘farol’ que projectou uma luz 
rejuvenescedora, intensa e duradoura sobre Cabo Verde, no 
despertar de uma literatura realista e moderna. 
No tempo anterior à fundação da Claridade, desenvolveram-se 
determinados elementos literários e culturais tanto no interior do 
arquipélago como no exterior. São aspectos que até certo ponto 
influenciaram directa ou indirectamente esta revista. Quanto aos 
elementos de carácter endógeno, destacam-se: 
i. os três vultos das letras e da cultura tradicional cabo-verdianas, a 
saber: Eugénio Tavares da Ilha Brava, Pedro Cardoso da Ilha do 
Fogo e José Lopes da Ilha de São Nicolau - a geração "pré-
claridosa", posteriormente denominada geração romântico-clássica 



Baixar 11.83 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   14   15   16   17   18   19   20   21   ...   81




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal