Um legado de liberdade assim como eu não seria escravo, tampouco seria



Baixar 0.54 Mb.
Pdf preview
Página16/46
Encontro17.03.2020
Tamanho0.54 Mb.
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   46
O acordo fracassa

À medida que a jovem nação se 

expandia para o Oeste, os termos 

em que os novos estados seriam 

admitidos na União, ou seja, como 

estados “escravistas” ou “livres”, 

passaram a ter importância decisiva. 

A questão surgiu entre 1820 e 1821, 

com o pedido para que o Missouri 

fosse elevado à categoria de estado. 

Thomas Jefferson comparou a tensão 

regional a “uma bola de fogo em plena 

noite”. A situação só se acalmou por 

meio de um grande acordo pelo qual 

o Congresso admitiu o Missouri 

como estado escravista, o Maine como 

estado livre e proibiu a escravidão 



ABRAHAM LINCOLN

: UM LEGADO DE LIBERDADE

 

 

25



em todos os territórios criados com 

a Compra da Louisiana ao norte 

do paralelo 36º 30’, na fronteira sul 

com o Missouri. Com a aquisição 

de novos territórios que pertenciam 

ao México, o “Compromisso de 

1850”, cuidadosamente elaborado, 

compensou a admissão da Califórnia 

livre com uma nova Lei do Escravo 

Fugitivo que obrigava os tribunais 

do Norte a determinar a captura e 

a devolução de escravos que haviam 

fugido para o Norte em busca de 

liberdade.

Enquanto isso, Stephen A. 

Douglas, democrata e senador dos 

Estados Unidos por Illinois, estado 

de Lincoln, apresentou uma nova 

fórmula para superar a cisão regional. 

Pela doutrina da “soberania popular” 

de Douglas, os territórios do Oeste 

integrariam a União como estados 

livres ou escravistas de acordo com o 

desejo de seus habitantes. Em 1854, a 

Lei Kansas-Nebraska rejeitou a linha 

do paralelo 36° 30´ do Compromisso 

do Missouri e determinou a 

organização dos territórios de 

Nebraska e do Kansas segundo as 

regras da soberania popular.

Muitos nortistas viram esses 

desdobramentos com um misto de 

raiva e medo. Uma coisa era admitir 

que a escravidão ficasse limitada ao 

Sul, outra completamente diferente 

era assistir a uma turba em favor 

da escravidão assassinar um editor 

abolicionista em Alton, Illinois — 

território livre —, e destruir sua 

gráfica; ser testemunha de forças 

a favor e contra a escravidão em 

conflito aberto no que em breve 

se tornaria conhecido como o 

Kansas Sangrento; cruzar os braços 

enquanto proprietários de escravos 

desfrutavam de seus direitos da Lei 

do Escravo Fugitivo em pleno coração 

do Norte. Não só os nortistas 

foram forçados a enfrentar cada vez 

com mais firmeza a imoralidade 

da escravidão, como as crenças no 

trabalho livre subjacentes à grande 

parte da vida no Norte pareciam sob 

ataque direto.

Lincoln declarou-se “surpreso” 

e “pasmo” com a aprovação da Lei 

Kansas-Nebraska. Com discursos 

inflamados em 1854 em Springfield 

e Peoria, Illinois, despontou como 

principal adversário dessa lei e de 

Douglas: ele entendia que os “pais 

da Revolução” haviam considerado 

politicamente necessário aceitar a 

escravidão nos estados do Sul, mas a 

“restringiram e confinaram aos mais 

estreitos limites da necessidade”. Na 

verdade, os autores da Constituição 

usaram todo tipo de eufemismo para 

evitar até mesmo a palavra escravidão: 

“A coisa está oculta, (...) da mesma 

forma que um homem doente esconde 

um tumor ou um câncer, o qual não 

tem coragem de extirpar de uma vez, 

pois poderia sangrar até a morte; 

com a promessa, contudo, de que a 

extirpação possa começar no final de 

um determinado período.”

Nos dois anos e meio seguintes, 

Lincoln ajudou a criar o novo Partido 

Republicano em Illinois. Com as 

diferenças regionais se aprofundando, 

o Partido Whig de Lincoln entrou 

em colapso, incapaz de camuflar as 

diferenças entre suas alas do Norte e 

do Sul. Os republicanos, ao contrário, 

eram mais explicitamente regionais 

e antiescravistas. Alguns democratas 

do Norte, mas não Stephen Douglas

uniram-se aos republicanos. Os 

esforços de Lincoln em prol de seu 

novo partido lhe renderam valioso 

capital político para o futuro, mas por 

ora ele concentrava-se em seu trabalho 

de advogado.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   46


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal