Um legado de liberdade assim como eu não seria escravo, tampouco seria



Baixar 0.54 Mb.
Pdf preview
Página11/46
Encontro17.03.2020
Tamanho0.54 Mb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   46
Uma mente pronta para o 

aprendizado

Desde o início, Abraham Lincoln era 

diferente, e de um modo que muitos 

de seus vizinhos — e especialmente 

seu pai — não aprovavam. 

Diferentemente de quase todo 

mundo com quem foi criado, Lincoln 

era sobremaneira interessado em 

palavras e significados. Ele aprendeu 

a ler e escrever bem novo, tomando 

livros emprestados e fazendo 

anotações sobre o que lia. Para seu 

pai e a maioria de seus colegas, isso 

era considerado pouco mais do que 

indolência, um modo de evitar as 

tarefas de lavrador.

Retrato de um self-made man. No sentido horário a partir de baixo do lado 

esquerdo: interior da cabana original de Lincoln, com a fiandeira da sra. 

Lincoln à direita; um caderno confeccionado por Lincoln para fazer contas; 

Lincoln roubando algum tempo de seus deveres de vendedor de loja para 

estudar Direito; trabalhando nas chatas que levavam produtos rio abaixo, de 

Illinois até Nova Orleans




ABRAHAM LINCOLN

: UM LEGADO DE LIBERDADE

 

 

17



Mas Lincoln foi incentivado nos 

estudos pela madrasta, que mais 

tarde disse ao advogado William 

H. Herndon, ex-sócio de Lincoln, 

que, embora o menino “não gostasse 

de trabalhos braçais”, ele não era 

preguiçoso, mas “interessado em 

adquirir conhecimentos — ansiava 

pelo saber e, se dependesse de 

sacrifícios e trabalho, ele com certeza 

conseguiria”.

Embora suas leituras da 

juventude tenham sempre sido uma 

característica preponderante da 

lenda sobre Lincoln, provavelmente 

não foram tão importantes no longo 

prazo quanto seus escritos. Após 

o assassinato de Lincoln, Herndon 

procurou e entrevistou os ex-

vizinhos do presidente em Indiana, 

muitos dos quais lembravam que o 

jovem Lincoln havia se destacado 

como escritor talentoso de ensaios 

e poemas. E, afinal, seus escritos 

foram considerados pelo menos 

tão importantes quanto seus atos, 

pois estão entre os mais familiares 

e influentes de toda a literatura 

americana.

Quando saiu de casa e tomou 

seu rumo aos 22 anos, Lincoln foi 

morar no pequeno vilarejo de Nova 

Salem, Illinois, onde passou seis 

anos movimentados. De aparência 

pouco atraente, era descrito com 

frequência como desajeitado e mal 

vestido, mas os outros habitantes 

logo descobriram que ele tinha 

muitos atributos. Além de ser 

inteligente e, para surpresa deles, 

bem informado, tinha temperamento 

extraordinariamente bom e amigável. 

Sobressaía-se em competições 

atléticas populares como corrida

salto e arremesso de peso; era um 

lutador excepcionalmente forte 

e quase imbatível; e, embora não 

bebesse, era sociável e tinha muita 

habilidade para contar histórias. 

Dessa forma, era muito querido, e 

quando as milícias foram chamadas 

para lutar contra índios durante 

seu primeiro ano em Nova Salem, 

ele foi escolhido como capitão da 

companhia local. Ao relembrar essa 

honra muitos anos depois, admitiu 

que “desde então nenhum outro feito 

em sua vida lhe dera tanta satisfação”.

Sustentando-se por meio de vários 

empregos, Lincoln estudou de forma 

assídua durante os anos passados em 

Acima: Lincoln chegou a Nova Salem, em Illinois, aos 22 anos. 

Logo ganhou o respeito da comunidade e foi eleito para o 

Legislativo de Illinois. Esquerda: considerado um lutador 

quase imbatível, Lincoln derruba Jack Armstrong, participante 

do localmente conhecido grupo dos Clary Grove Boys de 

Nova Salem



18

 

 

ABRAHAM LINCOLN: UM LEGADO DE LIBERDADE



Lincoln estabeleceu seu escritório 

de advocacia com o sócio William 

H. Herndon (abaixo, à esquerda) no 

centro de Springfield, Illinois (abaixo), 

local do Capitólio do Estado (mais 

abaixo)



ABRAHAM LINCOLN

: UM LEGADO DE LIBERDADE

 

 

19



Nova Salem para compensar a falta 

de educação formal, coisa da qual 

continuou dolorosamente consciente 

a vida toda. Tomando emprestado 

livros sempre que possível, estudou 

história e biografias, mostrando 

grande gosto por literatura, com 

nítida preferência por Shakespeare e 

pelo poeta escocês Robert Burns.

Embora criado em família batista 

e frequentadora de igreja, evitou 

assumir qualquer compromisso 

religioso e, sob influência de 

racionalistas do século 18 como o 

conde de Volney e Thomas Paine, 

Lincoln adquiriu uma visão cética das 

principais doutrinas cristãs. Se o fato 

de ter frequentado a igreja na infância 

não lhe inculcou a crença religiosa, 

estimulou, no entanto, um interesse 

precoce que teria consequências por 

toda a vida, isto é, a oratória. Da 

mesma forma que entretinha seus 

companheiros de brincadeiras do 

interior de Indiana com imitações 

de sermões e discursos políticos, 

filiou-se à sociedade de debates de 

Nova Salem para desenvolver suas 

habilidades como orador.

Though raised in a Baptist and 

church-going family, he resisted 

making a religious commitment, 

and under the influence of such 

18th-century rationalists as the 

Comte de Volney and Thomas 

Paine, Lincoln developed a skeptical 

view of basic Christian doctrines. 

If his childhood church-going did 

not implant religious belief, it did 

stimulate an early interest that would 

have lifelong consequences, namely, 

public speaking. Having entertained 

his playmates in backwoods Indiana 

with imitations of sermons and 

stump speeches, he now joined a 

New Salem debating society to 

develop his abilities as a speaker.

Primórdios da atividade política

Se, por um lado, Lincoln não foi 

atraído pelo fervor religioso e pelas 

disputas sectárias características 

da cultura da fronteira na qual 

foi criado, por outro, tomou 

gosto precoce pela política. 

Como aconteceu com a maioria 

das coisas às quais se dedicou, 

Lincoln logo se mostrou um orador 

extraordinariamente eficaz, talento 

relacionado diretamente com seu 

subsequente sucesso político. Antes 

do término de seu primeiro ano 

em Nova Salem, apresentou-se 

como candidato para o Legislativo 

estadual, e essa seria, como mais 

tarde declarou, “a única vez que fui 

derrotado pelo povo”.

Quando concorreu de novo 

na eleição seguinte, ele ganhou 

facilmente e cumpriu quatro 

mandatos sucessivos. Em seu 

segundo mandato, apesar de ser 

um dos mais jovens legisladores, foi 

escolhido como líder de bancada 

do Partido Whig, uma honra que 

refletia sua capacidade como orador

sua energia e suas habilidades de 

organização e liderança.

O caráter do início das 

atividades políticas de Lincoln é 

bastante esclarecedor. Chegando 

à maioridade em época e lugar em 

que os partidários entusiastas do 

populista Andrew Jackson e seu 

Partido Democrata eram maioria 

esmagadora, Lincoln também aí 

provou ser diferente, pois desde 

muito cedo se identificou como “anti-

Jackson” em política. É evidente 

que ele foi atraído pelas medidas 

de desenvolvimento econômico 

defendidas por membros do Partido 

Whig, oponentes de Jackson, como 

bancos financiados pelo governo e 

melhorias internas. Se a única meta 

de Lincoln em política fosse ser eleito 

para cumprir um mandato, ele tinha 

escolhido o partido errado.

Quando se mudou para Nova 

Salem, Lincoln continuou cercado 

pelos democratas partidários de 

Jackson, embora as questões que 

dominavam as campanhas para o 

Legislativo estadual tendessem a 

ser mais locais do que nacionais. 

No entanto, diz muito sobre o 

político em formação que ele tenha 

conseguido se eleger, por boa 

As primeiras fotos conhecidas (tiradas por volta de 1846) de Abraham e Mary Todd 

Lincoln



20

 

 

ABRAHAM LINCOLN: UM LEGADO DE LIBERDADE



margem de votos, por um eleitorado 

fortemente partidário de Jackson.

Enquanto fazia campanha para o 

Legislativo, Lincoln foi incentivado a 

estudar para a ordem dos advogados 

por John Todd Stuart, advogado 

em Springfield, capital do estado 

de Illinois. Lincoln, escrevendo na 

terceira pessoa, descreveu mais tarde 

como isso foi arranjado: “Ele pediu 

emprestado livros de Stuart, levou-os 

para casa e atacou-os resolutamente. 

Ele não estudava com ninguém. E 

ainda lidava com topografia para 

se alimentar e se vestir. Quando o 

Legislativo se reunia, os livros de 

Direito eram deixados de lado, mas 

retomados ao final da sessão.”

Depois de receber sua licença 

para advogar dois anos mais tarde, 

Lincoln tornou-se sócio júnior de 

Stuart, mudando-se para Springfield 

em 1837. Logo depois, Stuart foi 

eleito para o Congresso dos EUA 

e enviado para Washington, DC, 

deixando Lincoln para dirigir o 

escritório e aprender a prática da 

advocacia por si mesmo. Poucos 

anos mais tarde, Lincoln entrou para 

o escritório de Stephen T. Logan, 

chefe da Ordem dos Advogados em 

Springfield. O preparo de Lincoln 

em Direito era limitado, relembrou 

mais tarde Logan, “mas ele pegava 

um caso e tentava saber tudo que 

fosse relacionado com ele e, dessa 

forma, antes de deixar essas paragens, 

tornou-se um advogado formidável”.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   46


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal