Um Guia de Estudo para a Doutrina Cristã a partir de Declarações Anglicanas e



Baixar 1.66 Mb.
Pdf preview
Página17/24
Encontro10.08.2021
Tamanho1.66 Mb.
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   ...   24
sua igreja? Como essa natureza poderia ser mais bem expressada?

6. Como é a Igreja apostólica?

A Igreja é católica, mas também é apostólica, traçando seu início nos ensinamentos 

de Cristo, proclamados pelos apóstolos, e afirmando a continuidade de seus 

ensinamentos através do tempo e do espaço.

Comunhão Anglicana e Aliança Batista Mundial, Conversas ao Redor do Mundo §9.

Batistas e anglicanos têm um duplo senso de continuidade - diretamente com a 

Igreja do Novo Testamento (Escrituras) e com a história da igreja católica através 

dos tempos (tradição).

A afirmação da apostolicidade da igreja reconhece a necessidade de interpretar a 

mensagem do evangelho novamente para cada geração.



Em Que Os Anglicanos Acreditam?

35

Comissão Internacional Anglicana-Luterana, Relatório Pullach §73



A apostolicidade da igreja é um presente de Deus em Cristo para a igreja através 

da pregação dos apóstolos, da celebração dos sacramentos do evangelho e 

da comunhão e supervisão. Também é o envio de Deus da igreja para todo o 

mundo para fazer discípulas/os de todas as nações no e através do evangelho 

apostólico. Assim, a apostolicidade pertence primeiro ao evangelho e depois ao 

ministério da Palavra e dos sacramentos, todos dados pelo Senhor ressuscitado 

aos apóstolos e, por meio delas/es, à igreja. Apostolicidade requer obediência ao 

testemunho apostólico original e fundamental por reinterpretação para atender 

às necessidades de cada nova situação.

Esse senso de continuidade também é sensível à especificidade dos 

desenvolvimentos históricos.

Declaração Comum de Porvoo §7

A fé, a adoração e a espiritualidade de todas as nossas igrejas estão enraizadas na 

tradição da Igreja apostólica. Permanecemos em continuidade com a Igreja dos 

períodos patrísticos e medievais, tanto diretamente quanto através das ideias do 

período da Reforma. Cada um de nós entende que nossa própria igreja é parte da 

Igreja Una, Santa, Católica de Jesus Cristo e participa verdadeiramente da única 

missão apostólica de todo o povo de Deus. Compartilhamos da herança litúrgica 

do cristianismo ocidental e também da reforma enfatizando a justificação pela fé 

e a palavra e o sacramento como meios da graça.

Existe uma estreita relação entre a apostolicidade da Igreja e seu ministério.

Conselho Mundial de Igrejas, Batismo - Eucaristia - Ministério § M34

A tradição apostólica na Igreja significa continuidade nas características 

permanentes da Igreja dos apóstolos: testemunho da fé apostólica, proclamação 

e nova interpretação do Evangelho, celebração do batismo e da eucaristia, 

transmissão de responsabilidades ministeriais, comunhão na oração, amor, 

alegria e sofrimento, serviço aos enfermos e necessitados, unidade entre as 

igrejas locais e compartilhamento dos dons que o Senhor deu a cada um.

Uma das questões-chave na discussão da apostolicidade é o papel dos ministros 

ordenados, e particularmente dos bispos, em garantir a apostolicidade da igreja



Em Que Os Anglicanos Acreditam?

36

como uma questão que continua sendo relevante para explorar relacionamentos com 



outras igrejas.

Comissão Internacional Anglicana-Luterana, Relatório Pullach §56

No conceito de apostolicidade, há um terreno comum, na medida em que 

todo ensino, vida e ministério da igreja devem estar em continuidade com o 

testemunho apostólico e o mandamento fundamentais para sair ao mundo. É o 

papel que a sucessão de bispos desempenha dentro desse conceito mais amplo 

de apostolicidade, que é um dos principais pontos controversos entre as duas 

tradições.

Em toda discussão sobre a natureza da igreja e o papel do ministério, deve sempre 

ser lembrado que a apostolicidade da igreja não está focada na preservação da 

instituição, mas em promover a missão de Deus.

Comissão Doutrinal Conjunta Ortodoxa-Anglicana, Declaração Acordada de 



Dublin §16

A Igreja de cada geração participa da missão apostólica ao mundo. A Igreja “não 

é do mundo” (João 17.14), mas está dentro, com e para a sociedade humana. Sua 

missão é salvar e transformar a sociedade pelo poder do Espírito Santo. Essa 

missão inclui pregação, ensino, adoração, diaconia, testemunho contra a injustiça; 

também a vida oculta da oração e do martírio.

Comitê Internacional de Continuação Anglicano-Luterano, Relatório de Niágara 

§§23-24.


A apostolicidade da Igreja é a missão de auto-oferta (não autopreservação) para 

a vida do mundo. A Igreja serve assim ao reino de Deus, não ao reino do pecado e 

da morte. A Igreja serve a missão do sofrimento de Deus e do amor vulnerável, e 

não uma missão de sua própria invenção. A Igreja serve a missão fundamentada e 

moldada pelo modo de estar de Cristo no mundo. O Reino de Deus é, portanto, o 

principal tema da história.



Q



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   ...   24


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal