Um Guia de Estudo para a Doutrina Cristã a partir de Declarações Anglicanas e



Baixar 1.66 Mb.
Pdf preview
Página11/24
Encontro10.08.2021
Tamanho1.66 Mb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   24
nossa salvação - páginas 43-54

5.  Jesus Cristo - sofrendo e 



crucificado por nossa causa 

páginas 54-64

6.  Jesus Cristo - ressuscitado para 

vencer todos os poderes do mal - 

páginas 64-72

7.  O Espírito Santo - páginas 73-81

8.  Uma Igreja santa, católica e 



apostólica - páginas 81-90

9.  Um batismo pelo perdão dos 



pecados - páginas 90-96

10. A ressurreição dos mortos e a vida 



do mundo vindouro - páginas  

97-104


Uma Abordagem Prática

Com base no primeiro capítulo, aqui 

está uma maneira de ler e responder 

a cada seção do texto, mais uma vez 

usando a abordagem Ver-Julgar-Agir 

para aprender:



Ver

A primeira etapa será ver o significado 

e o papel da doutrina designada do 

credo niceno na vida da igreja, local ou 

regional, também quem está envolvido 

nesse papel e que efeito ele tem. 

Como sempre, essa primeira etapa do 

processo pedagógico requer uma análise 

cuidadosa e é mais bem realizado como 

um exercício de grupo, envolvendo 

aquelas/es que compartilham essa 

realidade e os que podem analisá-

la juntos.

Como no primeiro capítulo, essas 

questões podem ser abordadas de várias 

maneiras, por exemplo, observando 

a quantidade de compreensão e 

apropriação da doutrina existente na 

comunidade como um todo, qual pode 

ser o seu lugar no culto da igreja e 

no discipulado de seu povo, e de que 

maneira ele é ensinado no púlpito 

ou em pequenos grupos de estudo e 

quanto de reflexão e recepção existe. 

E o cenário em que a comunidade se 

reúne, como o layout arquitetônico e 

a decoração do edifício da igreja, ou a 

vida litúrgica e social da comunidade, ou 

o tipo de divulgação que ela faz para a 

comunidade em geral? Essa doutrina, de 




Em Que Os Anglicanos Acreditam?

21

forma implícita ou explícita, desempenha 



um papel ativo na comunidade da igreja 

e as pessoas a veem e a possuem como 

tal? Está guiando e inspirando o povo de 

Deus, seja coletiva ou individualmente, 

ou é marginal à vida em comum?

Neste exercício, o objetivo será 

reunir conhecimento, compreensão e 

impressões e compilar um retrato útil da 

situação. O objetivo não será fornecer 

uma resposta final, mas fazer algumas 

perguntas relevantes e verificar se essa 

doutrina tem um papel significativo a 

desempenhar na realidade vivida da 

comunidade da igreja.



Julgar

A segunda etapa, como antes, é sobre 

conseguir uma perspectiva crítica sobre 

o tema, aprendendo de lugares com 

autoridade como as escrituras, ensino 

da Igreja a academia e comparando e 

contrastando o que atualmente é com 

o que poderia e deveria ser. No que 

diz respeito a doutrinas específicas, 

esta etapa envolve a leitura da seção 

relevante em Confessando a Fé Única 

e, em seguida, explorar como o que 

foi descoberto na primeira etapa é 

criticado positivamente pelo que esta 

seção mostra. Em outras palavras, 

de que maneira esse texto desafia a 

realidade vivida de nossa comunidade 

da igreja? De que maneira afirma o que 

já existe? Que mudanças e crescimento 

na compreensão e expressão isso 

poderia incentivar?

Agir

Em resposta à perspectiva crítica 

obtida na segunda etapa, esta etapa é 

mais uma vez sobre como, na prática, 

vamos preencher a lacuna entre o 

que está acontecendo e o que deveria 

estar acontecendo. Nesse caso, trata-

se de decidir como a doutrina em 

questão deve desempenhar um papel 

contextualmente mais autêntico e 

inspirador em nossa adoração, missão e 

discipulado, e então resolver fazer essas 

mudanças. Como sempre, é melhor fazer 

isso como um exercício colaborativo, 

para que possamos nos apoiar nessas 

mudanças e nos nos compromissos 

que assumimos.

A dificuldade é que a segunda etapa 

terá revelado toda uma gama de ações 

possíveis relacionadas a diferentes 

doutrinas, tanto em nível individual 

quanto em nível corporativo. Serão 

muitos os que tentarão tudo uma só 

vez; portanto, é necessário tomar uma 

decisão estratégica sobre em qual 

ação focar. Como no capítulo acima, 

isso pode ser decidido perguntando 

que ação relacionada a qual doutrina 

fará mais para ajudar a comunidade da 

igreja a viver sua fé de uma maneira 

contextualmente autêntica e inspiradora 

em sua adoração, missão e discipulado? 

Esse deve ser o primeiro agir.



Em Que Os Anglicanos Acreditam?

22

III. O que é a Igreja?  



Igreja, Missão e Sacramentos 

em Textos Anglicanos e 

Ecumênicos

Declarações conjuntas oferecem 

informações importantes sobre o que 

as pessoas de tradição anglicana e 

episcopal acreditam sobre a igreja, a 

missão da igreja no mundo e a maneira 

pela qual a igreja nutre e alimenta 

os crentes através dos sacramentos. 

Este capítulo explora essas questões 

teológicas por meio de diferentes 

acordos e declarações para os quais os 

anglicanos e episcopais contribuíram, 

traçando temas teológicos comuns nos 

diferentes diálogos. As diferentes seções 

abordam esses temas por meio de uma 

série de perguntas-chave que ajudam a 

construir e reforçar a compreensão do 

que elas pontuam. Cada seção também 

contém uma pergunta de discussão para 

incentivar a reflexão sobre como seu 

tema encontra expressão ou poderia 

encontrar expressão em sua própria 

igreja local.

Ver

Como em outros capítulos, a primeira 

etapa é ver que entendimento já existe 

no ambiente da igreja local de onde 

viemos. Isso requer alguma análise 

social e é mais bem realizado como um 

exercício de grupo, envolvendo aquelas/

es que compartilham essa realidade 

e que podem analisá-la juntos. Então, 

neste caso, quanto entendimento da 

igreja se revela no culto, na missão e no 

discipulado do povo? De que maneira 

o entendimento da igreja é ensinado 

no púlpito ou em pequenos grupos de 

estudo e quanta reflexão e recepção 

existe? E o cenário em que a comunidade 

se reúne, como o layout físico da igreja, a 

vida litúrgica e social da comunidade ou 

o tipo de divulgação que ela faz para a 

comunidade em geral?

Como antes, o objetivo será reunir 

conhecimento, compreensão e 

impressões e compilar um retrato útil da 

situação. O objetivo não será fornecer 

uma resposta completa, mas fazer 

algumas perguntas relevantes e verificar 

se esse entendimento tem um papel 

significativo a desempenhar na realidade 

vivida da comunidade da igreja.

Julgar

A segunda etapa, como antes, é sobre 

conseguir uma perspectiva crítica sobre 

o tema, aprendendo com um conjunto 

de declarações ecumênicas e anglicanas 

sobre a igreja e, então, explorando 

como elas criticam positivamente a 

realidade vivida de nossa comunidade 

da igreja revelada na primeira etapa. 

De que maneira elas afirmam o que já 

está lá? Que mudanças e crescimento 

na compreensão e expressão elas 

exigem? O restante deste capítulo está 

fornecendo recursos para esta etapa.

  



Em Que Os Anglicanos Acreditam?

23

Agir

Em resposta à perspectiva crítica obtida 

na segunda etapa, a terceira etapa  é 

mais uma vez decidir como, na prática, 

preencheremos a lacuna entre o que 

está acontecendo e o que deveria estar 

acontecendo. Nesse caso, trata-se de 

decidir como a doutrina anglicana da 

igreja deve desempenhar um papel 

mais contextualmente autêntico e 

inspirador em nossa adoração, missão e 

discipulado, e então resolver fazer essas 

mudanças. Como sempre, é melhor fazer 

isso como um exercício colaborativo, 

para que possamos nos apoiar nessas 

mudanças e nos compromissos 

que assumimos.

A dificuldade é que a segunda etapa do 



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   24


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal