Título do trabalho



Baixar 0.68 Mb.
Página6/6
Encontro08.10.2019
Tamanho0.68 Mb.
1   2   3   4   5   6
Cultura infantil: a construção corporativa da infância. Shirley R. Steinberg, Joe L. Kincheloe (Orgs.). Tradução de George Eduardo Japiassú Bricio. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. p. 353-384.

KELLNER, Douglas. A Cultura da mídia - estudos culturais: identidade e política entre o mundo moderno e o pós-moderno. - Bauru: EDUSC, 2001.

NUNES, Luciana Borre. As Imagens que Invadem as Salas de Aula: Reflexões sobre Cultura Visual. 1. ed. São Paulo: Ideias & Letras, 2010.

PERRAULT, Charles. Contos da mamãe gansa ou histórias do tempo antigo: Charles Perrault. Tradução Leonardo Fróes. Ilustração Milimbo. - São Paulo> Cosac Naify, 2015.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Teoria cultural e educação: um vocabulário crítico. (Org.). - Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

STEINBERG, Shirley R.; KINCHELOE, Joe. Sem segredos: cultura infantil, saturação de informações e infância pós-moderna. In: Cultura infantil: a construção corporativa da infância. Shirley R. Steinberg, Joe L. Kincheloe (Orgs.). Tradução de George Eduardo Japiassú Bricio. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. p. 9-52.





i Por ter iniciado com relatos sobre minha infância, neste primeiro momento, recorro à conjugação de verbos na primeira pessoa do singular para, posteriormente, incluir outros olhares e vozes em conjugações no plural.

ii Aqui, em concordância com os Estudos Culturais, entendo como representação as”[...] formas textuais e visuais através das quais se descrevem os diferentes grupos culturais e suas características” (SILVA, 2000, p. 97).

iii A partir deste momento, conjugamos os verbos no plural como marcação do nosso entendimento de que a pesquisa científica é uma construção coletiva e que aos nossos olhares são sobrepostos olhares obtidos em, por exemplo, filmes, livros, nas falas de professores e professoras, nos pensamentos de autores e autoras (CORAZZA, 2007).

iv O conto de A Bela Adormecida, dos irmãos Grimm foi publicado em 1812, originalmente com o título Dornröschen, que pode ser traduzido para o português como, "A Rosa dos Espinhos" (GRIMM, 2012).

v Publicada em 1697 no livro Contos da mamãe gansa, a versão de A Bela Adormecida do francês Charles Perrault é acrescentada por comentários que operam como moral da história e que naturalizam e valorizam a mulher que espera "tão tranquilamente insistindo" para ter um esposo "rico, belo, gentil e bondoso" (PERRAULT, 2015, p.16).

vi Busca realizada em 22 de out. de 2015.

vii Branca de Neve, Cinderela, Aurora, Ariel, Bela, Jasmine, Pocahontas, Mulan, Rapunzel, Tiana e Mérida são as 11 Princesas Disney. Há insistência dos/as fãs para que Anna e Elsa, protagonistas do filme Frozen: Uma aventura Congelante (2013), sejam adicionadas à franquia. Em abril de 2014, representantes da Disney mostraram-se indecisos quanto a essa ação. . Acesso em 28 de out. de 2015.

viii Em sua composição original, a franquia era constituída por oito princesas, chamadas de "Princesas Clássicas" e, com o passar do tempo, devido a popularidade dos novos filmes e das novas personagens, outras três princesas foram incluídas.

ix No original, "La ideia de que um símbolo sólo puede comprenderse dentro de un sistema de símbolos relacionados entre sí bien puede aplicarse a otras esferas. Sólo un sistema de relaciones de género puede producir alguna masculinidad".

Universidade Estadual de Maringá, 05 a 08 de julho de 2016.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal