Trabalho apresentado pelo discente levi henrique ao componente curricular de



Baixar 17.58 Kb.
Encontro04.08.2021
Tamanho17.58 Kb.

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BASICA PROFESSORA ELZA MANCELOS DE MOURA

PRÉ-MODERNISMO

TRABALHO APRESENTADO PELO

DISCENTE LEVI HENRIQUE AO

COMPONENTE CURRICULAR DE

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA,

MINISTRADO PELA PROFESSORA

ANAQUEIDE DELIBERAL, COMO FORMA

PARCIAL DE AVALIAÇÃO

DIONISIO CERQUEIRA, 22 DE ABRIL DE 2021.

MONTEIRO LOBATO – BIOGRAFIA

Monteiro Lobato foi um escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pica-pau Amarelo" é sua obra de maior destaque na literatura infantil. Criou a "Editora Monteiro Lobato" e mais tarde a "Companhia Editora Nacional". Foi um dos primeiros autores de literatura infantil de nosso país e de toda América Latina.

Metade das obras de Monteiro Lobato é formada de literatura infantil. Destaca-se pelo caráter nacionalista e social. O universo retratado em suas obras são os vilarejos decadentes e a população do Vale do Paraíba, quando da crise do café. Situa-se entre os autores do Pré-Modernismo, período que precedeu a Semana de Arte Moderna.

Monteiro Lobato nasceu em Taubaté, São Paulo, no dia 18 de abril de 1882. Era filho de José Bento Marcondes Lobato e Olímpia Monteiro Lobato. Alfabetizado pela mãe, logo despertou o gosto pela leitura, lendo todos os livros infantis da biblioteca de seu avô o Visconde de Tremembé.

Desde menino já mostrava seu temperamento irrequieto, escandalizou a sociedade quando se recusou a fazer a primeira comunhão. Fez o curso secundário em Taubaté. Com 13 anos foi estudar em São Paulo, no Instituto de Ciências e Letras, se preparando para a faculdade de Direito.

Ingressou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco na capital, formando-se em 1904. Na festa de formatura fez um discurso tão agressivo que vários professores, padres e bispos se retiraram da sala. Nesse mesmo ano voltou para Taubaté. Prestou concurso para a Promotoria Pública, assumindo o cargo na cidade de Areias, no Vale do Paraíba, no ano de 1907.

Monteiro Lobato casou-se com Maria Pureza da Natividade, em 28 de março de 1908. Com ela teve quatro filhos, Marta (1909), Edgar (1910), Guilherme (1912) e Rute (1916). Paralelamente ao cargo de Promotor, escrevia para vários jornais e revistas, fazia desenhos e caricaturas. Ficou em Areias até 1911, quando mudou-se para Taubaté, para a fazenda Buquira, deixada como herança pelo seu avô.

No dia 12 de novembro de 1912, o jornal O Estado de São Paulo publicou uma carta sua enviada à redação, intitulada "Velha Praga", onde destaca a ignorância do caboclo, criticando as queimadas e que a miséria tornava incapaz o desenvolvimento da agricultura na região. Sua carta foi publicada e causou grande polêmica. Mais tarde, publica novo artigo "Urupês", onde aparece pela primeira vez o personagem "Jeca Tatu".

No dia 20 de dezembro de 1917, publicou no jornal O Estado de São Paulo, um artigo intitulado "Paranoia ou Mistificação?", onde critica a exposição de Anita Malfatti, pintora paulista recém chegada da Europa. Estava criada uma polêmica, que acabou se transformando em estopim do Movimento Modernista.

Literatura Infantil

Monteiro Lobato, em sociedade com Octalles Marcondes Ferreira, funda a "Companhia Gráfico-Editora Monteiro Lobato". Com o racionamento de energia, a editora vai à falência. Vendem tudo e fundam a "Companhia Editora Nacional". Lobato muda-se para o Rio de Janeiro e começa a publicar livros para crianças.

Em 1921 publica "Narizinho Arrebitado", livro de leitura para as escolas. A obra fez grande sucesso, o que levou o autor a prolongar as aventuras de seu personagem em outros livros girando todos ao redor do "Sítio do Pica-pau Amarelo". Em 1927 é nomeado, por Washington Luís, adido comercial nos Estados Unidos, onde permanece até 1931.

José Renato Monteiro Lobato ou José Bento Monteiro Lobato faleceu em São Paulo, no dia 5 de julho de 1948, de problemas cardíacos.



Obras de Monteiro Lobato

  • Ideias de Jeca Tatu, conto (1918)

  • Urupês, conto (1918)

  • Cidades Mortas, conto (1920)

  • Negrinha, conto (1920)

  • O Saci, literatura infantil (1921)

  • Fábulas de Narizinho, literatura infantil (1921)

  • Narizinho Arrebitado, literatura infantil (1921)

  • O Marquês de Rabicó, literatura infantil (1922)

  • O Macaco que se fez Homem, romance (1923)

  • Mundo da Lua, romance (1923)

  • Caçadas de Hans Staden, literatura infantil (1927)

  • Peter Pan, literatura infantil (1930)

  • Reinações de Narizinho, literatura infantil (1931)

  • Viagem ao Céu, literatura infantil (1931)

  • Caçadas de Pedrinho (1933)

  • Emília no País da Gramática, literatura infantil (1934)

  • História das Invenções, literatura infantil (1935)

  • Memórias da Emília, literatura infantil (1936)

  • Histórias de Tia Nastácia, literatura infantil (1937)

  • Serões de Dona Benta, literatura infantil (1937)

  • O Pica-pau Amarelo, literatura infantil (1939)

FONTE:

EBIOGRAFIA.COM/MONTEIRO LOBATO

Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal