Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


Compreensão e análise 1 (p. 42)



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página408/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   404   405   406   407   408   409   410   411   ...   520
Compreensão e análise 1 (p. 42)
1.
  Os conflitos étnico-nacionalistas estão relaciona-
dos, de modo geral, à formação de Estados que 
abrigam diversas nações. As principais razões 
desses conflitos são: a não aceitação das diferen-
ças étnicas e culturais, a existência de privilégios 
impostos pela supremacia de um grupo sobre outro, 
interesses econômicos de determinados grupos 
sociais e o desejo de nações de constituírem seus 
próprios Estados.
2.
  Trata-se da questão basca, cuja organização “Pátria 
Basca e Liberdade”, conhecida como ETA, criada 
durante a ditadura de Franco, no final dos anos 1960, 
tinha o objetivo de pressionar o governo espanhol, por 
meio de atentados, a reconhecer a independência 
total do País Basco. O ETA renunciou à luta armada 
em 2010 e, em 2011, o partido político separatista 
basco legalizou-se e pretende lutar pelo separatismo 
por via parlamentar.
3.
  Trata-se do IRA (Irish Republican Army, na sigla em 
inglês), Exército Republicano Irlandês, um grupo 
paramilitar católico cujo objetivo era separar a Irlanda 
do Norte do Reino Unido e anexá-la à República da 
Irlanda. Visavam desestabilizar o governo britânico 
por meio de atentados. Em 1998, renunciaram à luta 
armada e assinaram um acordo de paz, concluído 
em 2005 com a deposição das armas pelo grupo e a 
libertação dos presos políticos da organização pelo 
Reino Unido. 
TS_V3_Manual_ParteEspecifica_315_384.indd   319
30/05/16   14:57


320
4.
  O conflito chegou ao ápice no mesmo ano da publica-
ção do artigo. O governo georgiano lançou um cerco à 
Ossétia do Sul para conter o movimento separatista, 
contando com o possível apoio do Ocidente não ocor-
rido. O exército georgiano acabou entrando em conflito 
direto com a Rússia (Guerra Russo-Georgiana), que 
apoiava as duas regiões separatistas. As tropas geor-
gianas foram derrotadas na Ossétia do Sul e, em tais 
circunstâncias, tanto a Ossétia do Sul como a Abecásia 
conquistaram a independência.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   404   405   406   407   408   409   410   411   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal