Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página295/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   291   292   293   294   295   296   297   298   ...   520

 Quais marcas culturais presentes na sociedade brasileira são reflexos da intensa mobilidade populacional 
entre as diversas regiões do país, evidenciada na letra da canção “Paratodos”?
215
capítulo 9  –  Migrações no Brasil 
HAGAQUEZAR
T ESTòDIO
TS_V3_U3_CAP09_200_219.indd   215
5/23/16   7:10 PM


As raízes da resistência
“‘Voltem para Cuba!’ A socióloga Roberta Peres 
assustou-se com o grito vindo de um passageiro 
de um carro cinza que passava em frente à Mis-
são Paz, instituição religiosa que atende migrantes, 
imigrantes e refugiados recém-chegados à cidade 
de São Paulo. O haitiano que ela entrevistava – um 
estudante de engenharia que interrompeu o curso 
porque sua universidade fora destruída pelo terre-
moto de 2010 no Haiti – não entendeu a situação, 
já que conversavam em inglês. Era o início de 2014, 
auge da chegada de haitianos à capital paulista. A 
hostilidade cresceu nos meses seguintes. No sábado 
1
o
 de agosto de 2015, seis haitianos foram baleados 
com espingarda de chumbinho na rua do Glicério e 
na escadaria da paróquia Nossa Senhora da Paz, que 
abriga a Missão Paz.
‘Em várias cidades brasileiras os haitianos ainda 
são oprimidos pelos moradores locais’, observa 
Rosana Baeninger, também socióloga e colega de 
Roberta no Núcleo de Estudos de População (Nepo) 
da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). 
As duas participaram de uma pesquisa recém-con-
cluída sobre a situação e os planos de 250 haitianos 
que vivem em Manaus, Porto Velho, capital de São 
Paulo e três cidades do interior paulista (Campinas, 
Jundiaí e Santa Fé do Sul), Curitiba, Camboriú, 
Porto Alegre e Encantado, no Rio Grande do Sul. 
Os entrevistados eram, na maioria, homens com 
idade entre 24 e 29 anos, que pretendiam trazer 
os familiares, mas não pensavam em permanecer 
no Brasil. ‘Para os haitianos’, diz Roberta, ‘o Brasil 
está deixando de ser um país de destino para ser 
uma etapa de trânsito, ainda que demorada, para 
os Estados Unidos, para onde a maioria disse que 
gostaria de ir’.
O levantamento reiterou duas conclusões prévias 
da equipe do Nepo. A primeira é a desconcentração 
territorial: cidades do interior paulista como Piraci-
caba e Limeira, além de Campinas, Jundiaí e Santa 
Fé do Sul, por causa de investimentos internacionais 
em agropecuária ou indústria, estão recebendo mais 
imigrantes e vivendo situações antes comuns apenas 
em capitais como São Paulo, que até o início dos 
anos 2000 constituíam o destino quase exclusivo 
dos estrangeiros. ‘O excedente populacional acom-
panha alocações do capital internacional, embora a 
cidade de São Paulo continue como referencial no 
imaginário imigratório’, diz Rosana.
A segunda conclusão é que a onda imigratória 
dos últimos 10 anos – formada por bolivianos, peru-
anos e outros povos latinos, aos quais se somaram 
haitianos, senegaleses e congoleses, a partir de 2010 
– contraria pressupostos históricos tácitos. ‘Desde 
o final do século XIX criou-se a ideia de que o imi-
grante, para ser aceito, teria de ser branco e euro-
peu, e os imigrantes atuais são indígenas que falam 
espanhol, como os bolivianos, ou negros que falam 
francês ou crioulo, como os haitianos’, diz Rosana, 
que trabalha nesse campo há 30 anos. Segundo ela, o 
distanciamento do padrão histórico branco europeu, 
a ausência de uma necessidade explícita da mão de 
obra estrangeira e a escassez de políticas públicas 
locais, estaduais e federais que promovam a interação 
social dos imigrantes do século XXI geram o que ela 
chama de ‘distanciamento em relação ao outro’ e as 
reações de hostilidade.”
FIORAVANTI, Carlos. As raízes da resistência. Revista Fapesp, n. 236, out. 215. 
Disponível em: . Acesso em: fev. 2016. 
Tácito
Algo que está subentendido, 
algo que é implícito.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   291   292   293   294   295   296   297   298   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal