Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


   TRABALHO:  TRANSFORMAÇÕES



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página218/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   214   215   216   217   218   219   220   221   ...   520
3
   TRABALHO:  TRANSFORMAÇÕES 
E DESEMPREGO
A partir da Revolução Industrial, ocorreu uma maior diferenciação entre as 
categorias profissionais: operários, comerciantes, pequenos artesãos, camponeses, 
maquinistas, bancários e outros que compunham o perfil dos trabalhadores que ini-
cialmente movimentaram a sociedade industrial. Isso se deveu às mudanças no modo 
de produção, como a introdução de fábricas e do maquinário, alterando também as 
relações desses profissionais com suas atividades originais. As profissões ligadas aos 
serviços tiveram crescimento, embora inferior àquelas ligadas diretamente à indústria.
Atualmente, existem milhares de categorias profissionais com os mais diversos 
graus de especialização e qualificação. As novas tecnologias substituíram por máqui-
nas, computadores e robôs não só trabalhadores, mas também várias categorias 
profissionais, contribuindo para aumentar o desemprego. 
No entanto, é importante lembrar que o desemprego em larga escala, associado 
a determinados processos de mudança na atividade produtiva ou a crises econômi-
cas, não é um fenômeno exclusivo do mundo globalizado, tendo ocorrido em outros 
momentos da história: na Europa do século XIX, com a Segunda Revolução Industrial, 
e no mundo todo, com a crise de 1929.
o  desemprego estrutural, também denominado 
tecnológico, ocorre quando as inovações tecnológicas 
aplicadas aos processos de produção de mercadorias 
(figura 3), às diversas modalidades econômicas do setor 
de serviços e à venda de mercadorias, ao mesmo tempo 
que provocam a elevação da produtividade, reduzem a 
necessidade de trabalhadores. 
Há circunstâncias em que ocorre o desemprego con-
juntural. Ele é provocado por crises econômicas, moti-
vadas por fatores internos ou externos. Algumas crises 
podem se prolongar e causar efeitos negativos na econo-
mia e na sociedade. Foi o caso da crise que teve início 
em 2007-2008
5
, responsável pela ampliação do número 
de desempregados em todo o mundo, atingindo tanto os 
países desenvolvidos como os países em desenvolvimento. 
dESEMPrEgo no Mundo
A  taxa de desemprego (ou taxa de desocupação) é calculada pela razão 
entre a população à procura de emprego e a PEA (população economicamente 
ativa). Uma taxa de desemprego de 10%, por exemplo, indica que, do total da 
PEA, 90% estão efetivamente empregados (população ocupada) e 10% estão 
em busca de trabalho.
Para que haja aumento na oferta de vagas é necessário principalmente que a 
economia cresça num ritmo que acompanhe o ingresso de novas pessoas no mer-
cado de trabalho. No entanto, o uso de tecnologia nos processos de produção pode 
desenvolver a economia sem gerar oferta de trabalho. Sobretudo nos países que 
apresentam elevado número de desempregados, é imprescindível que os governos 
criem políticas para incentivar investimentos. Para a população desempregada é 
necessário que se ofereçam auxílios, como cesta básica, seguro-desemprego, auxí-
lio transporte e cursos de requalificação profissional, de modo que essa parcela da 
população possa se recolocar no mercado de trabalho formal.
5 Sobre a crise financeira veja Capítulo 3 do Volume 2.
fIlME
O corte
De Costa-Gravas. 
França/Bélgica/Espanha, 
2005. 122 min.
Há dois anos 
desempregado, 
executivo consciente da 
incompetência do governo 
em trazer de volta sua 
vida normal decide agir 
de modo perigoso e ilegal 
para conseguir de volta seu 
antigo cargo.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   214   215   216   217   218   219   220   221   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal