Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


participação feminina no mercado de trabalho



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página213/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   209   210   211   212   213   214   215   216   ...   520

participação feminina no mercado de trabalho.
HISTOR
Y OF MEDICINE (NLM)
SONIA V
AZ
No cartaz lê-se: “Planeje sua família. Tenha o número de filhos 
que você pode alimentar, vestir e educar”. 
A
B
C
156
Unidade 3  |  Espaço, sociedade e economia 
TS_V3_U3_CAP06_130_156.indd   156
23/05/16   19:05


SOCIEDADE E ECONOMIA
7
C
a
P
ÍT
ulo
Invisibilidade urbana
Dar voz e foco às pessoas “invisíveis” da cidade de São Paulo (SP) – moradores e artistas de rua, garis, 
flanelinhas, vendedores ambulantes etc. – é a proposta da página de internet 
SP Invisível. Criada no início 
de 2014, conta com milhares de seguidores. 
Uma fotografia e um depoimento breve dos protagonistas desta página nos fazem conhecer diferentes 
histórias de vida, experiências e opiniões sobre a cidade de São Paulo.
Leia o depoimento do boliviano Rodolpho Perez, uma das pessoas retratadas nessa página, e responda 
às questões a seguir.
“Vim com 18 anos lá da Bolívia, hoje tô com 
59. Meu nome é Rodolpho Perez e moro com 
minha mulher, minhas duas filhas e meu netinho 
de dois anos. Tudo o que faço é pensando no 
meu neto, hoje trabalho num emprego durante 
a semana e olho carro aqui na igreja de domingo 
pensando nele.
Apesar de ser muito pobre, lá era bom por-
que aprendi bastante coisa que me abriu a mente 
enquanto eu trabalhava na mecânica. Quando che-
guei aqui, trabalhei numa empresa que ficava na 
Mooca [bairro de São Paulo (SP)], uma empresa 
de caminhões onde trabalhei arrumando carretas. 
O tempo foi passando e eu tive a oportunidade de 
fazer um curso especializado em motor diesel. 
Nesse curso conheci um cara bem legal com uma 
oficina que me chamou pra trabalhar lá.
Depois de um tempo que eu trabalhei nessa oficina 
entrando e saindo de baixo de carro, descobri que eu 
tinha labirintite bem grave e tive que ficar parado um 
tempo. Hoje tô melhor, mas me afetou muito essa 
doença. Hoje no meu outro emprego ganho mais ou 
menos um salário e aqui ganho 100 por domingo.
Todo mundo que trabalha aqui é bem legal
bem simpático e respeitoso, mas tem uns irmãos 
que frequentam que são bem folgados. Apesar de 
sofrer alguns preconceitos, aqui é meu país. Já 
ouvi muitas vezes que tô roubando o emprego do 
pessoal, mas quem diz isso não quer ficar olhando 
carro ou trabalhando em oficina.” 


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   209   210   211   212   213   214   215   216   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal