Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


Fonte: Folha de S.Paulo. 30 ago. 2015.  Caderno Mundo. A14.  Figura 19



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página204/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   200   201   202   203   204   205   206   207   ...   520
Fonte: Folha de S.Paulo. 30 ago. 2015. 
Caderno Mundo. A14. 
Figura 19.
 Anúncios de solteiros 
à procura de uma parceira, colo-
cados lado a lado em um mer-
cado de casamento em Shangai 
(China), 2015.
JOHANNES EISELE/AFP
BIS
149
Capítulo 6  –  Crescimento populacional: tendências e dilemas 
TS_V3_U3_CAP06_130_156.indd   149
23/05/16   19:05


DESIGUALDADE DE GÊNEROS NO BRASIL
A população feminina apresenta níveis educacio-
nais superiores aos da população masculina, em 2014. 
A média de escolaridade das mulheres é de 8 anos, 
enquanto a escolaridade média dos homens é de 7,5 
anos de estudo. No entanto, as mulheres, com grande 
potencial para promover o desenvolvimento do país, 
ainda têm um caminho a ser percorrido para a conquista 
da igualdade (figura 20). 
Apesar da implantação de políticas públicas nas últi-
mas duas décadas voltadas para a promoção da mulher, 
a desigualdade ainda persiste e atinge especialmente as 
mulheres mais pobres, principais vítimas da violência e 
da exclusão social e econômica. 
Os papéis tradicionais desempenhados pelas mulhe-
res e pelos homens ainda estão enraizados na sociedade 
brasileira. Dessa forma, apesar da implantação de leis e 
de instituições voltadas à proteção da mulher, a violência 
doméstica e as diferentes oportunidades econômicas 
ainda persistem. 
Em  2006, o governo brasileiro promulgou a Lei 
Maria da Penha para coibir a violência doméstica e 
familiar contra a mulher, estabelecendo condenações 
mais severas aos agressores. Leia o Entre aspas.
BER
TRAND RINDOFF PETROFF/GETTY IMAGES


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   200   201   202   203   204   205   206   207   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal