Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


partir do final dos anos 1950, a concentração da



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página161/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   157   158   159   160   161   162   163   164   ...   520

partir do final dos anos 1950, a concentração da 
estrutura produtiva e a centralização do capi-
tal em São Paulo foram acompanhadas de uma 
urbanização contraditória que, ao mesmo tempo, 
absorvia as modernidades possíveis e expulsava 
para as periferias imensa quantidade de pessoas 
que, na impossibilidade de viver o urbano, con-
traditoriamente, potencializavam a sua expansão. 
Assim, de 1960 a 1980, a expansão da metrópole 
caracterizou-se também pela intensa expansão de 
sua área construída, marcadamente fragmentada 
e hierarquizada. Esse processo se constituiu em 
um ciclo da expansão capitalista em São Paulo 
marcada por sua periferização.”
ALVAREZ, Isabel. Projetos Urbanos:
 alianças e conflitos 
na reprodução da metrópole. Disponível em: fflch.usp.br>. Acessado em: 10 ago. 2015. Adaptado.
 
Com base no texto e em seus conhecimentos, é 
correto afirmar: 
a)
  O processo que levou à formação da metrópole 
paulistana foi dual, pois, ao trazer modernidade
trouxe também segregação social.   
b)
  A cidade de São Paulo, no período entre o final 
da Segunda Guerra Mundial e os anos de 1980, 
conheceu um processo intenso de desconcen-
tração industrial.   
c)
 A periferia de São Paulo continua tendo, nos 
dias de hoje, um papel fundamental de eliminar 
a fragmentação e a hierarquização espacial.    
d)
 A periferização, em São Paulo, cresceu com 
ritmo acelerado até os anos de 1980, e, a partir 
daí, estagnou, devido à retração de investimen-
tos na metrópole.    
e)
  A expansão da área construída da metrópole, na 
década de 1960, permitiu, ao mesmo tempo, 
ampliar a mancha urbana e eliminar a fragmen-
tação espacial.    
2.
  (Uece 2015) Observe o texto abaixo. 
 
“A urbanização brasileira tem em suas metrópoles 
os principais focos de sua concretização. O tama-
nho milionário desses centros revela uma faceta 
importante da dinâmica socioespacial brasileira 
que é a concentração econômica e demográfica 
em pouco mais de uma dezena de epicentros 
nacionais e regionais.” 
SOUZA, Marcelo Lopes. O desafio metropolitano
Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.
 
Com relação à metropolização brasileira, assinale 
a opção que 
NÌO está adequada a esse fenômeno.  
a)
 É notório o fenômeno da mobilidade da popu-
lação que diariamente se desloca para as cida-
des-dormitórios, caracterizando, portanto, uma 
migração pendular.    
b)
 Observamos um processo de metropolização 
sem que haja necessariamente a formação de 
uma metrópole, a exemplo de Joinville e Jua-
zeiro do Norte.
c)
  Nas últimas décadas vem ocorrendo o fenômeno 
da desmetropolização tendo como um dos fato-
res responsáveis a migração de indústrias para 
centros menores.
d)
  A existência de áreas centrais deterioradas nas 
grandes metrópoles favoreceu a um processo 
de fixação de moradores sem teto, diminuindo 
assim a periferização.    
LEO CALDAS/PULSAR IMAGENS
115
Capítulo 5  –  Urbanização no Brasil 
TS_V3_U2_CAP05_107_129.indd   115
23/05/16   19:05




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   157   158   159   160   161   162   163   164   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal