Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página125/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   121   122   123   124   125   126   127   128   ...   520
O homem sem passado
De Aki Kaurismaki. 
Finlândia/França/
Alemanha, 2001. 97 min.
Ao desembarcar de um trem 
em Helsinque (Finlândia), 
um homem sofre um 
assalto e é seriamente 
agredido até perder a 
consciência. Quando acorda, 
ele não se lembra mais 
do próprio nome ou de 
qualquer outra informação 
sobre seu passado. Sem 
emprego ou lugar para 
morar, ele passa a viver 
pelo submundo da cidade, 
onde encontra pessoas 
como ele, que vivem à 
margem da sociedade, e 
tenta recomeçar uma vida 
do zero.
LEITURA
Marcovaldo ou as 
estações na cidade
De Ítalo Calvino. Companhia 
das Letras, 1994.
O livro é um apanhado de 
contos cujo pano de fundo 
é a cidade, que pode ser 
analisada de diferentes 
pontos de vista.
Lugar e valor do indivíduo
“Cada homem vale pelo lugar onde está: o seu valor como produtor, 
consumidor, cidadão depende de sua localização no território. Seu valor vai 
mudando, incessantemente, para melhor ou para pior, em função das dife-
renças de acessibilidade (tempo, frequência, preço), independentes de sua 
própria condição. Pessoas com as mesmas virtualidades, a mesma formação, 
até mesmo o mesmo salário têm valor diferente segundo o lugar em que 
vivem: as oportunidades não são as mesmas. Por isso, a possibilidade de ser 
mais ou menos cidadão depende, em larga proporção, do ponto do território 
onde se está. Enquanto um lugar vem a ser condição de sua pobreza, um outro 
lugar poderia, no mesmo momento histórico, facilitar o acesso àqueles bens e 
serviços que lhes são teoricamente devidos, mas que, de fato, lhe faltam. [...]
Há, em todas as cidades, uma parcela da população que não dispõe de 
condições para se transferir da casa em que mora, isto é, para mudar de 
bairro, e que pode ver explicada a sua pobreza pelo fato de o bairro de sua 
residência não contar com serviços públicos, vender serviços privados a alto 
preço, obrigar os residentes a importantes despesas de transporte. Nesse 
caso, pelo fato de não dispor de mais recursos, o indivíduo é condenado a 
permanecer num bairro desprovido de serviços e onde, pelo fato de ser um 
bairro pobre, os produtos e bens são comprados a preços mais altos, tudo 
isso contribuindo para que a sua pobreza seja ainda maior e sua capacidade 
de mobilidade dentro da cidade seja igualmente menor.”
SANTOS, Milton. O espaço do cidadão. São Paulo: Nobel, 1987. p. 81-85.
Pobreza 
Condição socioeconômica 
em que alguns indivíduos 
da população são privados 
do atendimento a suas 
necessidades básicas, como 
alimentação, vestimenta, 
moradia, educação e 
saúde. Embora também 
atinja camadas sociais 
marginalizadas de países 
desenvolvidos, a pobreza 
se manifesta com mais 
intensidade nos países em 
desenvolvimento. 


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   121   122   123   124   125   126   127   128   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal