Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf



Baixar 59.14 Mb.
Pdf preview
Página111/520
Encontro29.09.2021
Tamanho59.14 Mb.
1   ...   107   108   109   110   111   112   113   114   ...   520
Número de mortes 
2000
2002
2004
2007
2010
2001
2003
2006
2009
2012
2005
2008
2011
2013
2014
Ano
11 de 
Setembro
Os Estados Unidos 
invadem o 
Afeganistão
Aumento 
das tropas 
estadunidenses
Resto do mundo
Afeganistão, Paquistão e Síria
Nigéria
Iraque
A
B
Mortes em atentados terroristas  – 2000-2014
AL-JAZEERA/AFP
WELA
YA
T SA
YNA/AFP
BOKO HARAM/HO/AFP
Origem
Apoio
Aliado
Fonte: Institute for Economics and 
Peace. Global Terrorism Index 2015
p. 14. Disponível em: 
edu
>. Acesso em: dez. 2015.
70
Unidade 1  |  Etnia, diversidade cultural e confl itos 
TS_V3_U1_CAP03_060_081.indd   70
23/05/16   19:03


3
   TERRORISMO DE ESTADO:  
CASOS EXEMPLARES
O terrorismo de Estado utiliza um sistema de dominação política baseado na dis-
seminação de terror e medo na sociedade. Caracteriza-se por uma política repressiva 
sistemática implementada pelos órgãos do Estado. A violência praticada torna-se 
uma ameaça constante à população e pode durar por toda a vigência de um regime. 
Ao longo da história do mundo, diversos governos implantaram esse tipo de terro-
rismo, sob as mais diferentes ideologias e formas: comunismo, fascismo, nazismo etc. 
Em todos eles, houve o extermínio e a submissão de milhares de pessoas. Conheça 
alguns casos. 
COMUNISMO SOVIÉTICO
Na União Soviética, entre 1929 e 1932, sob a liderança de Josef Stálin (1879-
-1953), mais de 13 milhões de camponeses foram mortos por resistirem à coletivização 
forçada das terras agrícolas. Entre 1936 e 1938, foram perseguidos e condenados à 
morte milhares de militantes e lideranças importantes do próprio Partido Comunista 
por meio dos Processos de Moscou. Por meio de organizações como o Comissariado 
do Povo para Assuntos Internos (NKVD), foi implantado na União Soviética um Estado 
marcado pelo controle e pelo extermínio de pessoas, julgadas sumariamente, muitas 
vezes por motivos pouco relevantes.
Três anos após a morte de Stálin, em 1953, o seu sucessor, Nikita Kruschev (1894- 
-1971), denunciou a violência do Estado stalinista, em que milhões de pessoas foram 
mortas nos campos de trabalho forçado (figura 9) ou executadas por perseguições 
políticas. Outros milhões foram vítimas de prisões, tortura e exílio. Embora numa 
dimensão mais modesta que a da Era Stalinista, essas práticas e estruturas de Estado
condenadas por Kruschev, não foram eliminadas na União Soviética até o governo 
Mikhail Gorbatchev (1931-) assumir o poder, em 1985. Os traços totalitários do regime 
soviético foram assimilados nos países sob a sua influência durante a Guerra Fria. 
Figura 9.
 Construção do Canal 
de Fergana no Uzbequistão, 
1939. O emprego de trabalho 
forçado na União Soviética teve 
início com Lênin, mas se inten-
sificou sob o governo de Stálin.
MAX ALPER
T/ULLSTEINBILD
71
Capítulo 3  –  Faces do terrorismo
TS_V3_U1_CAP03_060_081.indd   71
23/05/16   19:03


ALEMANHA SOB O NAZISMO
A Alemanha de Adolf Hitler (1889-1945) foi marcada pela perseguição a minorias, 
sobretudo étnicas (caso dos judeus), além de homossexuais, comunistas, intelectuais 
e críticos ao Estado nazista. A Gestapo (polícia secreta) investigava, realizava prisões 
e eliminava os dissidentes.
A SS (tropa de elite) do Partido Nazista constituía a principal força do Estado e 
tinha influência em todos os setores da administração pública. Foi a principal res-
ponsável pelos massacres da população judaica na Alemanha e nos países ocupados 
durante a Segunda Guerra Mundial. Sequestros, assassinatos, extermínios em massa, 
destruição de sinagogas e ataques à população civil tornaram-se práticas comuns tanto 
da Gestapo como das tropas de elite nazista e do exército alemão. Veja a figura 10.
Figura 10. 
Cerca de 60 mil judeus, confinados pelos alemães num gueto, em Varsóvia (Polônia), 
rebelaram-se, entre janeiro e maio de 1943, no que ficou conhecido como o “levante do gueto de 
Varsóvia”. As tropas nazistas esmagaram a rebelião, chacinando milhares de judeus e enviando 
outros milhares para campos de concentração. A imagem mostra famílias judaicas sendo retiradas 
do gueto no ano do levante.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   107   108   109   110   111   112   113   114   ...   520


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal