Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


  TERRORISMO: PANORAMA HISTÓRICO


Página98/519
Encontro29.09.2021
Tamanho
1   ...   94   95   96   97   98   99   100   101   ...   519
1
  TERRORISMO: PANORAMA HISTÓRICO
Terrorismo é uma forma de ameaça sistemática à sociedade por meio de atos 
de violência e disseminação do medo. Ele pode ocorrer por ações de grupos clan-
destinos unidos por um ideal político, afinidades étnicas ou religiosas, por meio de 
atentados a alvos específicos (personalidades e instituições do Estado) ou a alvos 
indiscriminados, que atingem a população civil. O terrorismo também pode ocorrer 
por meio de ações do próprio Estado contra cidadãos ou organizações da sociedade 
civil, situação comum em regimes ditatoriais ou Estados totalitários.
O terrorismo ganhou relevância neste início do século XXI. Foi proclamado, acima 
das guerras entre países, como a principal ameaça à humanidade. Isso por conta da 
imprevisibilidade de suas ações e da falta de visibilidade do inimigo. O terrorismo 
e a luta contra ele têm sido temas obrigatórios nas relações internacionais.
Ações de caráter terrorista como instrumento de luta política passaram a ocorrer já 
no século XIX. Ao longo dos séculos XX e XXI, vários grupos promoveram atentados na 
Europa e em outras partes do mundo. As motivações, as estratégias e as consequências 
foram diversas, segundo o momento histórico e as nações envolvidas. Foi, inclusive, o 
estopim da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) (figura 1), conflito que deixou mais 
de dez milhões de mortos e modificou radicalmente o panorama político internacional.
Figura 1.
 Em 1914, em visita a Sarajevo, capital da Bósnia – região anexada ao Império Áustro-
-Húngaro –, o príncipe herdeiro Francisco Ferdinando (1863-1914) e sua esposa foram mortos 
num atentado cuja autoria foi atribuída a um estudante nacionalista sérvio ligado à organização 
Mão Negra. O atentado, de caráter terrorista, levou a Áustria-Hungria a declarar guerra à Sérvia e 
marcou o início do primeiro conflito de dimensões globais, a Primeira Guerra Mundial.
Mas foi durante o período da Guerra Fria que o terrorismo adquiriu dimensão inter-
nacional. Grupos terroristas de diversos matizes ideológicos de oposição a governos
ditatoriais ou não, foram formados em todos os continentes: nacionalistas em luta 
pela independência ou por maior autonomia nacional, seitas e grupos religiosos. Parte 
expressiva desses grupos, partidários de causas legítimas ou não, foram apoiados e 
incentivados pelos Estados Unidos ou pela ex-União Soviética.
Na década de 1970, surgiram na Europa diversas organizações terroristas de 
cunho político, somadas às já existentes IRA e ETA (reveja no Cap’tulo 2): na Itália, 
as  Brigadas Vermelhas (guerrilha urbana de extrema-esquerda contra o sistema 
capitalista); e na Alemanha, o Baader Meinhof (grupo guerrilheiro radical comunista, 
também conhecido como Facção do Exército Vermelho). Esses grupos aterrorizaram 
a população europeia, mas conquistaram a simpatia de uma pequena parte dela.
LEITURA


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   94   95   96   97   98   99   100   101   ...   519


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal