Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


Página265/519
Encontro29.09.2021
Tamanho
1   ...   261   262   263   264   265   266   267   268   ...   519
65%
55%
40%
35%
30%
25%
20%
Luxemburgo
Chipre
Áustria e Espanha
Alemanha e Irlanda
Inglaterra, Portugal, Itália, 
Dinamarca, Bélgica, Grécia, 
Suécia e Eslovênia
Países Baixos
República Tcheca
* desde que sejam mantidas as atuais taxas de natalidade e imigração. 
Fonte: Eurostat. In: Veja. São Paulo, Abril, 22 ago. 2012, p. 121.
B
IS
192
Unidade 3  |  Espaço, sociedade e economia 
TS_V3_U3_CAP08_179_199.indd   192
5/23/16   7:06 PM


A livre circulação de pessoas dentro da Europa unificada levou os países-membros 
a adotar medidas comuns de restrição à imigração oriunda de países que não perten-
cem a esse bloco. no entanto, alguns países têm leis específicas para restringir ainda 
mais o fluxo migratório. na dinamarca, por exemplo, uma lei proíbe o casamento de 
menores de 24 anos com pessoas que não tenham cidadania europeia.
tratado de scHengen 
Em 1985, foi estabelecido o Tratado de Schengen, que criou o Espaço Schengen. 
de acordo com esse tratado, que reúne todos os países da União Europeia (exceto 
Irlanda, Reino Unido, Croácia, Romênia, Bulgária e Chipre – os quatro últimos 
estão em fase de implementação do tratado) mais Islândia, noruega, Liechtenstein 
e Suíça, os países signatários permitem a livre circulação de pessoas entre eles
desde que os indivíduos estejam portando um documento de identificação, que 
eventualmente pode ser solicitado.
Em função dessa maior facilidade na circulação interna de pessoas entre a 
maior parte dos países da União Europeia (UE) e alguns da Europa que não fazem 

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   261   262   263   264   265   266   267   268   ...   519


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal