Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


Página236/519
Encontro29.09.2021
Tamanho
1   ...   232   233   234   235   236   237   238   239   ...   519
Figura 18. 
Policial monitora manifestantes, em setembro de 2013, 
em Nova york (Estados Unidos). Eles carregam cartazes com os 
dizeres: “fim da desigualdade, curar Nova york e taxar wall Street”, o 
centro financeiro sediado na cidade. Reivindicam que seja aplicada 
uma taxa de 0,5% a empresas de serviços financeiros para ser 
utilizada nos serviços sociais. Isso ocorreu dois anos depois de o 
movimento ocupe wall Street mobilizar a atenção internacional.
A
N
D
R
Ew B
U
R
to
N
/g
Etty IM
A
g
ES
173
Capítulo 7  –  Sociedade e economia 
TS_V3_U3_CAP07_157_178.indd   173
5/23/16   7:05 PM


É importante lembrar que protestos contra o neoliberalismo ocorrem desde a 
década de 1990, principalmente nas rodadas da oMC e do Fórum Econômico 
Mundial, onde estão presentes as principais lideranças empresariais e políticas 
de todo o mundo. 
A outra face da distribuição de renda refere-se às distorções tributárias, ou seja, 
ao recolhimento de impostos. Em boa parte dos países, em especial nos países em 
desenvolvimento (entre eles, o Brasil), os impostos indiretos (que incidem sobre a 
produção e a comercialização de mercadorias) são, muitas vezes, excessivos, tanto em 
valores quanto em número de tributos. No conjunto, são maiores do que os impostos 
diretos (que incidem sobre as propriedades, as rendas obtidas com as propriedades 
– aluguéis –, os rendimentos salariais e as aplicações financeiras). 
Isso eleva o preço dos produtos e obriga todos os consumidores a pagarem 
os tributos de forma equitativa, independentemente de sua classe social. Dessa 
forma, quando uma pessoa com rendimento mensal de um salário mínimo compra 
um quilo de arroz, o valor dos impostos indiretos que ela paga sobre o produto é 
proporcionalmente maior do que o valor pago por outra pessoa que ganha vinte 
salários mínimos.
A redistribuição de renda é muito mais do que uma política de justiça social. 
A concentração de renda leva o setor produtivo da sociedade a voltar-se para um 
pequeno segmento de consumidores com maior poder aquisitivo. A desconcentração 
da renda gera novos consumidores, dinamiza a economia e cria empregos.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   232   233   234   235   236   237   238   239   ...   519


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal