Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


Página154/519
Encontro29.09.2021
Tamanho
1   ...   150   151   152   153   154   155   156   157   ...   519
Cidades brasileiras: 
do passado ao presente
De Rosicler Martins 
Rodrigues. Moderna, 2013.
O livro apresenta um 
histórico das cidades 
brasileiras, desde seu 
surgimento, passando pelas 
mudanças que ocorreram 
ao longo do tempo, até a 
contemporaneidade.
Figura 1. 
Imagem aérea da 
Represa Billings, rodeada por 
construções, no bairro do Grajaú, 
em São Paulo (SP), 2015. A ocu-
pação das margens da represa 
coloca em evidência dois proble-
mas urbanos: social (moradia) e 
ambiental (ocupação das áreas 
de mananciais).
Figura 2. Brasil: evolução da população urbana e rural – 1940-2010
0
20
40
60
80
100 (%)
2010
2006
2000
1996
1990
1980
1970
1960
1950
1940
16
84
82
78
76
67
56
45
36
31
18
22
24
33
44
55
69
64
Rural
Urbana
17
83
Ano
Fonte: IBGE. Disponível em: 
. Acesso em: jan. 2016.
JORGE ARAUJO/FOLHAPRESS
ALEX ARGOZINO
108
Unidade 2  |  Espaço geográfi co e urbanização 
TS_V3_U2_CAP05_107_129.indd   108
23/05/16   19:05


O setor terciário da economia foi responsável por 
grande parte dos empregos gerados nas cidades e pelo 
expressivo aumento do trabalho informal, responsável 
pela absorção de parcela significativa da população. 
A urbanização brasileira teve um caráter concen-
trador e excludente, com boa parte da sociedade 
ficando à parte de seus benefícios, o que se observa 
principalmente na paisagem das grandes cidades. A 
velocidade com que se processou a urbanização no 
país criou dificuldades para o poder público suprir 
o espaço das cidades, especialmente das maiores
com infraestrutura e serviços sociais necessários ao 
bem-estar da população. Isso, evidentemente, foi 
agravado em razão das políticas de planejamento 
urbano estarem voltadas, prioritariamente, para as 
classes média e alta, resultando em uma estrutura 
social fragmentada e segregada espacialmente, com 
a expansão das periferias urbanas, sobretudo, nos 
grandes centros urbanos (figura 3).
Observando a figura 4, percebe-se também que a urbanização brasileira aconteceu 
de modo desigual no território. Certos estados apresentam altas taxas de urbanização, 
como Rio de Janeiro (97%), São Paulo (96,5%), Goiás (91,6%) e Amapá
3
 (90%), 
enquanto outros, como Piauí (68,4%), Pará (68,9%) e Acre (71,2%), apresentam 
os índices por volta de 70%, chegando a 58,3% no Maranhão.
Figura 4. Brasil: urbanização e cidades com mais de 300 mil habitantes 
EQUADOR
OCEANO
ATLÂNTICO
TRÓPICO DE CAP
RICÓRNIO

50º O


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   150   151   152   153   154   155   156   157   ...   519


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal