Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


Página113/519
Encontro29.09.2021
Tamanho
1   ...   109   110   111   112   113   114   115   116   ...   519
377
536
434
6.591
Mortos e desaparecidos 
na ditadura
Militares que a ditadura 
perseguiu
Sindicatos sob intervenção*
*Entre 1964 e 1970
210
 desaparecidos
191
 mortos
33
 corpos localizados
3.340
 da Aeronáutica
2.214 
da Marinha
800
 do Exército
237
 das polícias estaduais
Fonte: G1, 10 dez. 2014. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.
Figura 11.
 Conflito entre estudantes e militares durante passeata, no centro do 
Rio de Janeiro (RJ), em junho de 1968. Os estudantes reivindicavam ensino 
público e gratuito para todos, democratização e melhoria da qualidade do ensino 
superior e mais verbas para pesquisas. Além disso, contestavam o cerceamento às 
liberdades democráticas e a ditadura instaurada no Brasil com o golpe de 1964.  
AGÊNCIA O GLOBO
ALEX SIL
V
A
73
Capítulo 3  –  Faces do terrorismo
TS_V3_U1_CAP03_060_081.indd   73
23/05/16   19:03


Arte • História
Memória da ditadura
O artista plástico Rubens Gerchman (1942-2008) nasceu no Rio 
de Janeiro (RJ). Foi pintor, desenhista, gravador e escultor. Suas 
obras retratam o cotidiano e apresentam forte conteúdo huma-
nista. Na década de 1960, quando surgiu a maioria das ditaduras 
latino-americanas, inclusive a do Brasil, elaborou vários trabalhos 
sobre mortes e perseguições políticas. 
Os trabalhos desse período têm forte influência da pop art – 
movimento artístico surgido na década de 1960 –, com a utiliza-
ção de uma linguagem visual que se aproxima da utilizada pela 
indústria cultural: publicidade, quadrinhos, televisão e fotografia
colagens e repetição de imagens em série. A pop art tinha como 
tema a própria sociedade de consumo, seus objetos elaborados 
pelo processo de produção em massa e suas celebridades.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   109   110   111   112   113   114   115   116   ...   519


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal