Territorio e Sociedade3 pnld18 pr pontualOK. pdf


parte do mundo. O grupo projetou-se pela capacidade econômica, pelos


Página106/519
Encontro29.09.2021
Tamanho
1   ...   102   103   104   105   106   107   108   109   ...   519

parte do mundo. O grupo projetou-se pela capacidade econômica, pelos 
recursos militares, pelo impacto que provoca a divulgação das suas ações 
terroristas e pela propaganda eficiente dos seus meios de comunicação. 
Em 2010, Abu Bakr al-Baghdadi (1971-) (figura 5), um ex-detento 
de uma das prisões controladas pelos Estados Unidos nos anos de ocu-
pação, tornou-se líder do Estado Islâmico, reorganizou as suas bases 
militares  e promoveu as principais ações de ataques e ocupação de 
terras e cidades iraquianas.
De onde vem o dinheiro e os armamentos do EI?
O financiamento do Estado Islâmico vem de fontes diversas: de poços e refinarias de petróleo na Síria 
e no Iraque, cuja produção é vendida nesses países e na Turquia; de extorsões de comerciantes e de taxas 
cobradas da população para fornecer eletricidade e outros serviços públicos nas cidades que domina; de resgate 
de sequestros de estrangeiros e cidadãos sírios e iraquianos de classe média; da venda no mercado ilegal 
de obras saqueadas de museus e sítios arqueológicos; de doações de simpatizantes e seguidores do grupo. 
Seus recursos militares incluem artilharia pesada, metralhadoras, lançadores de foguetes e baterias 
antiaéreas. Todo esse armamento provém principalmente dos Estados Unidos, da China e da Rússia, que 
repassam para exércitos nacionais e grupos rebeldes que apoiam na Síria e no Iraque. Durante os combates, 
e também por conta da infraestrutura de controle precária desses países, armas e munições acabam caindo 
nas mãos do EI. Integrantes do EI capturam até mesmo tanques de guerra e veículos blindados 
em luta com os exércitos sírio e iraquiano.
Figura 5.
 A imagem, tirada de 
um vídeo, mostra o líder do 
Estado Islâmico, Abu Bakr 
al-Baghdadi, pregando numa 
mesquita em Mossul (Iraque) 
em um dia de oração. O vídeo 
foi divulgado em julho de 2014.
AL-FURQAN MEDIA/ANADOLU AGENCY/GETTY IMAGES
67
Capítulo 3  –  Faces do terrorismo
TS_V3_U1_CAP03_060_081.indd   67
23/05/16   19:03


Em 2013, Baghdadi criou o Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), diante 
da extensão da sua linha de combate ao território sírio, favorecido pelo caos criado 
pela Guerra Civil Síria. No início se associou com a Frente Al-Nusra da Síria, mas as 
duas organizações romperam logo em seguida. A Al-Nusra é afiliada da Al-Qaeda. 
Em 2014, já controlava amplos territórios, estradas e importantes cidades nos dois 
países, Iraque e Síria. Mossul, considerada a capital do Estado Islâmico, é a segunda 
mais importante cidade iraquiana depois de Bagdá. A capital do Estado Islâmico na 
Síria é a cidade de Raqqa. Em junho do mesmo ano, Baghdadi proclamou a formação 
oficial do Califado do Estado Islâmico, e “como sucessor legítimo da linhagem de 
Maomé”, proclamou-se califa e conclamou todos muçulmanos do mundo a jurarem-
-lhe lealdade. Fazem parte da liderança militar do novo “Estado”, ex-oficiais e soldados 
das tropas que sustentaram o governo de Saddam Hussein e hoje estão a serviço do 
movimento terrorista mais perigoso do nosso tempo. Veja o mapa (figura 6).
Figura 6. Estado Islâmico – maio de 2015
40° L
35° N
MAR
MORTO


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   102   103   104   105   106   107   108   109   ...   519


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal