Teoria Política II (3 créditos) Professores Cristina Buarque e Pedro Villas Bôas Horário: quinta-feira, das 13 às 16 horas Consultas: a combinar com os professores



Baixar 84.35 Kb.
Encontro17.03.2020
Tamanho84.35 Kb.





Teoria Política II (3 créditos)

Professores Cristina Buarque e Pedro Villas Bôas

Horário: quinta-feira, das 13 às 16 horas

Consultas: a combinar com os professores

______________________________________________________________________

O objetivo deste curso é refletir sobre as revoluções francesa e americana e seus ecos na teoria política do período subsequente, com ênfase no século XIX e no período compreendido até o final da Primeira Guerra Mundial. Mais especificamente, o curso transitará por quatro eixos intelectuais, a que correspondem cada um de seus módulos: o conservadorismo, o liberalismo, o socialismo e o elitismo. Pretende-se discutir as condições políticas e sociais a partir das quais foram forjados seus conceitos e ideias centrais, bem como investigar tensões e aproximações entre eles. A dissolução da antiga ordem soberana dos Estados europeus marcou o século XIX como uma época de revoluções e restaurações, convulsões e constituições voltadas à limitação do poder soberano. Subjacente à construção de uma ordem burguesa, cuja forma emergia em meio à luta contra o absolutismo monárquico e o radicalismo revolucionário de diversos matizes, havia concepções políticas informadas e também provocadas por tais acontecimentos históricos. Esse curso abordará, portanto, sem a pretensão de exaurir, parte do extenso repertório de pensamento político que alimentou e foi alimentado pelos eventos revolucionários e guerreiros do período, com legados inequívocos na ordem contemporânea.

Observação: As edições indicadas neste programa são apenas sugestões. Na maior parte dos casos, há inúmeras outras disponíveis, inclusive com traduções para o português das obras indicadas em original inglês. As indicações bibliográficas poderão ser acrescidas e alteradas ao longo do curso, sempre com indicação prévia aos estudantes. O mesmo se aplica à organização das seções.

1ª. Seção: Apresentação do curso

Primeiro módulo

2ª. Seção:

SIEYÈS, E. M. [1788] (1988), A Constituinte Burguesa. O Que É o Terceiro Estado? (org. de A. W. Bastos). Rio de Janeiro: Liber Juris.

ROBESPIERRE, M. de. [1793] (1999), Discursos e Relatórios na Convenção. Rio de Janeiro: Editora UERJ/Contraponto.

3ª. Seção:

BURKE, E. [1790] (1955), Reflections on the Revolution in France. New York: The Bobbs-Merrill Company. (Edição brasileira: (1982), Reflexões sobre a Revolução em França. Brasília: Editora Universidade de Brasília).



4ª. Seção:

MADISON, James; HAMILTON, Alexander; JAY, John. [1787-1788] (1993), Os artigos federalistas, 1787 – 1788. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.



Segundo módulo

5ª. Seção:

ALENCAR, José de. (1991) [1868], “Sistema Representativo”. In: W. G. dos Santos, Dois Escritos Democráticos de José de Alencar. Rio de Janeiro: Editora UFRJ.

MILL, John Stuart. [1861] (1998), Considerations on Representative Government, em John Stuart Mill On Liberty and Other Essays, Oxford World Classics.

6ª. Seção:

TOCQUEVILLE, Alexis de. [1835] (2014), A Democracia na América. São Paulo: Editora Martins Fontes.



Terceiro módulo

7ª. Seção:

HEGEL, G. W.F. (1992) [1807], Fenomenologia do espírito. Petrópolis, Editora Vozes.

ROSENZWEIG, F. (2008), Hegel e o Estado. São Paulo, Editora Perspectiva.

8ª. Seção:

MARX, Karl [1852] (1978). O Dezoito de Brumário de Luís Bonaparte. Coleção Os Pensadores. São Paulo: Editora Abril.



9ª. Seção:

LENIN, V. I. (1977) [1902], Qué Hacer? Vittorio Strada. México, Ediciones Era.

LUXEMBURGO, Rosa. (2015) [1918], A Revolução Russa. In: SCHÜTRUMPF, Jörn. Rosa Luxemburgo ou o preço da liberdade. São Paulo: Fundação Rosa Luxembugo, pp. 151-188. Disponível em: http://rosaluxspba.org/wp-content/uploads/2015/05/Rosa-Luxemburgo_versao-web.pdf

10ª. Seção:

BAKUNIN, Mikhail. (2011) [1871], Deus e o Estado. São Paulo, Editora Hedra.



Quarto módulo: Elitismo

11ª. Seção:

WEBER, M. [1919] (1993), “A Política como vocação”. In Ciência e Política: Duas Vocações. São Paulo, Cultrix.



12ª. Seção:

SCHMITT, Carl. [1932] (1992), O conceito do politico. Rio de Janeiro, Ed Vozes.



13ª. Seção:

PARETO, V. (1966), Sociological Writings. New York: Praeger,

MOSCA, Gaetano. [1884] (1939), The Ruling class. New York: MacGraw-Hill.

14ª. Seção:

SCHUMPETER, J. A. [1942] (1962), Capitalism, Socialism and Democracy. New York: Harper and Row.



15ª. Seção:

Apresentação de projetos para trabalho final da disciplina







Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal