Tema: insufinciência renal


TEMA: INSUFINCIÊNCIA RENAL



Baixar 282.75 Kb.
Pdf preview
Página4/8
Encontro11.02.2022
Tamanho282.75 Kb.
#21577
1   2   3   4   5   6   7   8
O que é insuficiência renal - Estudo Completo
TEMA: INSUFINCIÊNCIA RENAL 

 

Em Portugal, os casos de insuficiência renal crónica que são diagnosticados apenas no 



estádio 5, em recurso ao serviço de urgência para início de hemodiálise de forma 

emergente, têm diminuído. Esta melhoria deve-se fundamentalmente à melhoria dos 

cuidados de saúde primários com referenciação atempada às consultas de nefrologia. 

Causas da insuficiência renal 

As causas da insuficiência renal são múltiplas e variam em função da faixa etária. Como 

exemplo elucidativo, refere-se a etiologia das doenças renais crónicas que conduziram ao 

início de diálise regular no nosso país em 2015 de 2274 indivíduos (dados do registo da 

Sociedade Portuguesa de Nefrologia): diabetes mellitus 33.9%, hipertensão 

arterial 13.1%, glomerulonefrite crónica 11.2%, poliquistose 4.9%, hipoplasia/displasia 

renal 0.7%, outras causas 18.5% e causas desconhecidas 17.7%. 

As crianças só atingem uma função renal “normal” aos dois anos de idade pelo que abaixo 

dessa idade a classificação de insuficiência renal crónica nos estádios referidos acima não 

se pode aplicar. Um estudo prospetivo baseado na população pediátrica italiana (ItalKid 

project), em que a doença renal crónica foi definida como uma depuração de creatinina 

inferior a 75 mL/minuto por 1.73 m2, encontrou uma incidência e prevalência anuais 

médias de 12.1 e 74.7 casos por milhão de crianças e adolescentes até aos 20 anos de 

idade, respetivamente. 

A grande maioria de casos de insuficiência renal infantil ou insuficiência renal na 

criança em estádios iniciais são, em geral, relacionados com doenças renais congénitas. 

No entanto, as causas de falência renal na pediatria, com necessidade de diálise ou 

transplante renal, também incluem doenças glomerulares. 

Diagnóstico da insuficiência renal 

O diagnóstico de insuficiência renal pode ser realizado pelos médicos de família, levando 

em consideração alguns aspectos, a saber: 

 

A ausência completa de diurese (anúria) não é uma característica da insuficiência 



renal crónica mas sim da insuficiência renal aguda ou da insuficiência renal crónica 

agudizada; 

 

A elevação da creatinina e da ureia sérica são características da insuficiência renal; 



 

Para melhor caraterização do estádio da insuficiência renal crónica utiliza-se a 



depuração de creatinina com recurso a recolha de urina de 24 horas 

(determinação de volume e da creatinina urinária) e de sangue (determinação da 

creatinina sérica): depuração de creatinina= creatinina urinária (mg/dl)/creatinina 

sérica (mg/dl) X volume da urina de 24 horas (ml)/1440 (minutos). É expressa em  





Baixar 282.75 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal