Sp-arte/2018 confirma a participação de galerias de arte e design consagradas e atrai novos nomes do mercado



Baixar 103.12 Kb.
Página1/4
Encontro10.06.2020
Tamanho103.12 Kb.
  1   2   3   4


Informações à imprensa

Janeiro 2018
SP-Arte/2018 confirma a participação de galerias de arte e design consagradas e atrai novos nomes do mercado
O Festival Internacional de Arte de São Paulo mantém expansão pela cidade e reforça programação no Pavilhão da Bienal
Entre os dias 11 e 15 de abril, o Pavilhão da Bienal recebe a 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo, mais importante evento do setor na América Latina, com a participação de galerias expoentes no mercado das artes provenientes de 16 países. Se em 2017, a SP-Arte se consolidou como um Festival, se espalhando pela cidade para além dos limites do Ibirapuera, em 2018, além de dar continuidade à expansão por São Paulo, a Feira intensifica ainda mais a sua programação dentro do Pavilhão da Bienal. Performances de longa duração e uma seção dedicada a designers independentes, além de galerias nacionais e estrangeiras que participam do evento feira pela primeira vez, prometem renovar a experiência dos visitantes
“Em um cenário de instabilidade econômica do país, a solidez e relevância conquistadas junto ao mercado garante que a SP-Arte continue sendo um destino para galeristas do mundo inteiro. Para 2018, queremos reforçar nossas atenções nas novidades produzidas no setor. Além da permanência de galerias já consagradas, a Feira também reserva espaço para novos expositores, que trazem olhares inéditos sobre a produção artística”, afirma Fernanda Feitosa, diretora e fundadora da SP-Arte.  

As visitas guiadas da Feira, que entraram na programação do ano passado, também estão confirmadas para a 14ª edição. Ao todo, mais de mil pessoas participaram das visitas em 2017. "Neste ano, insistiremos nesta aposta, que vem ao encontro de um de nossos principais objetivos: trabalhar pela formação de público, tanto de novos apreciadores e como de colecionadores de arte. Queremos proporcionar a nossos visitantes uma imersão neste universo", conta a diretora.


A agenda educativa no Pavilhão da Bienal contará não só com as visitas guiadas temáticas, mas também com lançamentos de livros e com o Talks - ciclo de debates com especialistas, artistas e colecionadores.
O Festival organizará ainda mais uma edição do Gallery Night, circuito entre galerias que antecede a abertura da SP-Arte, nos dias 9 e 10 de abril, segunda e terça-feira. A experiência de estender o horário das galerias e proporcionar um circuito de visitas ao público chega à sua terceira edição e promete movimentar ainda mais a cidade.



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal