Síntese Projeto Pedagógico do Curso de História centro universitário estácio de belo horizonte estácio bh



Baixar 81.38 Kb.
Página1/2
Encontro20.06.2021
Tamanho81.38 Kb.
  1   2







2019

Síntese

Projeto Pedagógico do Curso
de História


CENTRO UNIVERSITÁRIO
ESTÁCIO DE BELO HORIZONTE - ESTÁCIO BH


Missão

EDUCAR PARA TRANSFORMAR: Integramos academia e gestão para oferecer uma educação transformadora ao maior número de pessoas, criando impacto positivo para a sociedade onde atuamos, de forma integral e humanizada, com responsabilidade socioambiental, visando ao desenvolvimento do Município de Belo Horizonte, do estado de Minas Gerais e da Região Sudeste do Brasil”.


Objetivo Geral

O curso de Licenciatura em História do Centro Universitário pretende habilitar profissionais de ensino capazes de atuar como agentes de transformação da realidade social, no sentido de participarem ativamente do processo de construção do conhecimento, bem como do entendimento da dinâmica histórica de seu próprio país. Para tanto, a licenciatura em História preparará profissionais de ensino, cujo perfil se caracterizará pela competência teórica e analítica, sentido crítico e compreensão dialética do processo histórico, tendo como eixo da prática educativa a habilitação de profissionais capazes do seu exercício, e com o compromisso e responsabilidade com as mudanças sociais e o exercício da democracia.

Neste sentido, visando o aprimoramento do conhecimento e das atividades educacionais, nosso objetivo é o acolhimento no trato interdisciplinar e multidisciplinar, promovendo o enriquecimento dos currículos dos graduandos e das oportunidades de continuação de seu conhecimento. Junte-se a isto nossa preocupação em formar um licenciado que tenha empenho em pesquisas e projetos investigativos em suas áreas de interesse.

Contemplando estas demandas formamos dois grandes núcleos de prática profissional, dos quais falaremos mais adiante. Assim, o conteúdo curricular do Curso de História estará voltado à formação de graduados aptos às demandas atuais do mercado mineiro, através de atividades e disciplinas capacitadoras do exercício da profissão. Assim, o empenho em atividades técnicas pelos núcleos de prática profissional com atividades orientadas pelas disciplinas específicas para a formação das habilidades quanto a sua função de historiador. Também a formação do professor como transformador social e participante do processo de conhecimento em seu meio social, viabilizando as possibilidades de discussões nos estágios supervisionados e nas práticas profissionais.

De acordo com nossas prioridades formaremos o graduando, seguindo as suas necessidades por conhecimento geral, específico e complementar. Conforme este princípio, a estrutura curricular é bem atual e dispõe das disciplinas dos conhecimentos históricos mais apurados, bem como são seus profissionais de alta competência. A definição de um conhecimento mais plural e diversificado nos possibilitou criar oportunidades para o aluno com disciplinas mais atuais e, ao mesmo tempo, que fossem oportunas às práticas profissionais. Acreditamos que o conhecimento profissional do nosso graduando, segundo o nosso projeto de curso, será muito bem visto e qualificado para suas atividades educacionais e de alcance como sujeito transformador em seu meio social.

Reconhecemos, pois, que um dos objetivos principais está o de preparar o graduando para as necessidades das constituintes educacionais: as habilidades em sua profissão e, como tal, competência como sujeito atuante e transformador em seu meio social. Um sujeito consciente de sua profissão, de seu meio social e de suas qualidades. Um sujeito consciente de seu mundo e politicamente ativo. Entende-se, como já foi visto, o significado do sujeito ‘pró-ativo’.



Objetivos Específicos

Para alcançar a concepção de curso proposta há necessidade de se incrementar uma série de articulações entre a formação do perfil do profissional, que se pretende preparar, e a maneira como se concebe a presença do profissional na sociedade, através dos seguintes objetivos:



  1. Formação do professor-crítico:

Capacitar o futuro professor a explorar juntamente com seus alunos as possibilidades que sejam significativas à nossa experiência social. Articulando ensino e pesquisa, no ensino fundamental e médio, o futuro professor poderá criar condições de associar a memória dos processos sociais vividos e a História, propiciando aos seus alunos a oportunidade concreta de se sentirem “fazendo história”, ou sujeitos históricos. Este espaço está amplamente privilegiado nos Núcleos de Trabalhos Historiográficos, que serão desenvolvidos no curso e dos quais são citados mais adiante.

  1. Formação do professor-educador:

Capacitar o futuro profissional para educar e educar-se numa sociedade democrática, onde sua prática revele a necessidade de discutir as diversas visões conflitantes no interior da sociedade. Um sujeito reflexivo e orientado politicamente para a contribuição do diálogo nas formas de discussões e na atuação como ‘politizador’ social. Esta definição insere-se no conceito de Arendt, do que se entende por sujeito pró-ativo. Ou seja, um sujeito atuante em seu espaço social, transformador e capacitador das transformações sociais. Educador, não apenas como transmissor de conhecimentos, mas aquele que cria e desenvolve espaços para o saber. Aquele que instiga o outro a pensar e a refletir.

  1. Formação do professor-historiador:

Capacitar o futuro professor à pesquisa histórica, tornando-o apto a produzir o conhecimento sob a ótica de uma História que se move através de processos dinâmicos e saltos qualitativos, mudando e determinando o rumo e a estruturação das sociedades através dos tempos. O que é muito embasado nas discussões atuais da educação como oportunidade da ‘fala’, do diálogo e do reconhecimento.
Perfil do Egresso

Acompanhando os objetivos e as diretrizes propostas, a meta final que queremos atingir é a formação de um profissional que possua ética e capacidade política em bases críticas, habilitado à prática da cidadania e da democracia. Somada a essas características primordiais, estará uma sólida formação técnica e profissional que complementam a formação do professor, capaz de compreender e transformar a sua realidade. Ou seja, um sujeito não apenas competente, segundo seu conhecimento adquirido. Mas, que seja agente capacitador das transformações em seu meio social.

O formando do Curso de História deverá ser capaz de atender às prementes necessidades do ensino de história e, ao mesmo tempo, criar mecanismos que possam promover a aproximação entre a instituição onde for atuar e a sua respectiva comunidade de inserção, e ainda, deverá ser capaz de atuar na área de pesquisa para enriquecer e promover a produção científica das ciências humanas e da história.

Desse modo, o nosso futuro profissional poderá contribuir de maneira eficaz para o aprimoramento da nossa realidade educacional participando dos avanços sociais, atendendo às diversas demandas que possam efetivamente promover o desenvolvimento de uma sociedade democrática e mais justa. Além disso, a atuação do profissional em história deve se pautar principalmente por uma sólida base teórico-metodológica e uma prática docente que aproxime as atividades do magistério às atividades de pesquisa.



Matriz





Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal