Sete Ideias Filosóficas: Que Toda a Gente Deveria Conhecer



Baixar 0.78 Mb.
Pdf preview
Página51/56
Encontro14.07.2022
Tamanho0.78 Mb.
#24256
1   ...   48   49   50   51   52   53   54   55   56
Sete Ideias Filosóficas que Toda a Gente Deveria Conhecer - Desidério Murcho
1518-Texto do artigo-4511-1-10-20171107
Possibilidade relativa
O que está em causa é saber se a possibilidade e a
necessidade são relativas aos mundos possíveis. Se não
forem, desde que haja um mundo possível em que Sócrates
é ateniense, ele será possivelmente ateniense em todos os
mundos possíveis; ou seja, em todos os mundos possíveis
será verdadeiro que Sócrates é possivelmente ateniense.
Contudo, se a possibilidade e a necessidade forem
relativas aos mundos possíveis, mesmo que haja um mundo
possível em que Sócrates é ateniense, haverá outros
mundos possíveis em que Sócrates não é possivelmente
ateniense. Isto ocorrerá se os mundos possíveis em que
Sócrates é ateniense não forem possíveis relativamente a
todos os mundos possíveis.
É deste aspecto muitíssimo abstracto e de razoável
sofisticação e complexidade cognitiva que depende a
correcção ou incorrecção do argumento anselmiano. Pois
este argumento afirma que da premissa de que é possível
que Deus exista necessariamente se conclui correctamente
que existe. Se todo o mundo possível for possível
relativamente a qualquer outro, o argumento anselmiano é
correcto; caso contrário, não o é.
Vejamos em que condições o argumento anselmiano não
é correcto. Imagine-se que é possível que Deus exista
necessariamente. Isto significa que há pelo menos um
mundo possível, chamemos-lhe D, no qual Deus é um
existente necessário. Por sua vez, isto significa que Deus
existe em todos os mundos possíveis que sejam possíveis
relativamente a D. Contudo, se o mundo efectivo não for um
desses mundos possíveis, a inexistência de Deus é
compatível com a possibilidade da sua existência
necessária. Assim, caso D seja possível relativamente ao


mundo efectivo, mas este não seja possível relativamente a
D, o argumento anselmiano não será correcto.
Para decidir se o argumento anselmiano é correcto,
precisamos de saber duas coisas. Primeiro, precisamos de
saber se a possibilidade é ou não relativa a mundos
possíveis. Segundo, precisamos de saber, caso o seja, se a
possibilidade relativa é ou não simétrica. A simetria é uma
propriedade que algumas relações têm e outras não. Por
exemplo, a relação de ser irmão é simétrica, pois se Pedro é
irmão de Maria, esta também é sua irmã; já a relação de ser
mãe não é simétrica, pois se Maria for mãe de Rosa, esta
não é sua mãe. Se a relação de possibilidade entre mundos
possíveis não for simétrica, o argumento anselmiano é
incorrecto porque o facto de D ser possível relativamente ao
mundo efectivo não implica que este o seja relativamente a
D.
De maneira que uma questão crucial — saber se Deus
existe — depende de uma questão filosófica muitíssimo
esotérica, e aparentemente irrelevante, estudada na
metafísica da modalidade.



Baixar 0.78 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   48   49   50   51   52   53   54   55   56




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal