Sete Ideias Filosóficas: Que Toda a Gente Deveria Conhecer



Baixar 0.78 Mb.
Pdf preview
Página50/56
Encontro14.07.2022
Tamanho0.78 Mb.
#24256
1   ...   46   47   48   49   50   51   52   53   ...   56
Sete Ideias Filosóficas que Toda a Gente Deveria Conhecer - Desidério Murcho
1518-Texto do artigo-4511-1-10-20171107
Reiterações modais
O que está em causa no argumento anselmiano é a
reiteração ou repetição do que se chama em filosofia
«operadores modais». Os operadores modais são advérbios
como 
«necessariamente», 
«contingentemente» 
ou
«possivelmente». Ora, no que respeita aos conceitos de
necessidade, contingência e possibilidade, ocorre algo
curioso com o espírito humano: apesar de nos casos mais
simples, mesmo sem qualquer formação filosófica,
conseguirmos raciocinar correctamente, nos casos mais
complexos ficamos à deriva. É como o que acontece com a
multiplicação: 
toda 

gente 
multiplica 
quase
automaticamente, de cabeça, 5 com 3, mas para multiplicar
237 com 1623 já temos de recorrer ao lápis e ao papel, ou a
uma calculadora.
No caso dos operadores modais, é fácil ver que é
correcto concluir que Sócrates era humano partindo da
premissa de que ele era necessariamente humano; e é fácil
ver que é correcto concluir que Sócrates era possivelmente
ateniense da premissa de que ele era ateniense. No
primeiro caso, é óbvio que a verdade se conclui
correctamente da necessidade; no segundo, que a
possibilidade se conclui correctamente da verdade.
Também é óbvio que a necessidade não se conclui
correctamente da verdade, nem esta da possibilidade. Isto
porque, no primeiro caso, não se conclui correctamente que
Sócrates era necessariamente ateniense do simples facto
de ele ser ateniense — dado que talvez o tenha sido
contingentemente. Quanto ao segundo caso, não se conclui
correctamente que Sócrates era egípcio da possibilidade de
o ter sido — dado que apesar de ser possível que tivesse
nascido no Egipto, daí não se conclui correctamente que
nasceu de facto nesse país.


Assim, perante alguns raciocínios que envolvem
conceitos modais — os conceitos de necessidade,
possibilidade e contingência — sabemos dizer, mesmo sem
formação filosófica, se acaso são correctos ou não. Contudo,
quando reiteramos ou repetimos os conceitos modais
ficamos perplexos e sem saber o que pensar. Será correcto
concluir que algo é necessário partindo da premissa de que
é possível que seja necessário? E será correcto concluir que
algo é necessariamente necessário da premissa de que é
necessário?
A reiteração de conceitos modais torna-se mais
compreensível recorrendo à linguagem dos mundos
possíveis. Afirmar que é possível que Sócrates seja
ateniense é afirmar, na linguagem dos mundos possíveis,
que há pelo menos um mundo possível, seja ou não o
mundo efectivo, em que ele é ateniense; e afirmar que é
necessário que seja possível que Sócrates seja ateniense?
Esta última afirmação torna-se mais compreensível
quando vemos que é equivalente a afirmar que em todos os
mundos possíveis é possível que Sócrates seja ateniense.
Mas que quer isto dizer?



Baixar 0.78 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   46   47   48   49   50   51   52   53   ...   56




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal