Sete Ideias Filosóficas: Que Toda a Gente Deveria Conhecer


Anselmo em busca da compreensão



Baixar 0.78 Mb.
Pdf preview
Página44/56
Encontro14.07.2022
Tamanho0.78 Mb.
#24256
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   56
Sete Ideias Filosóficas que Toda a Gente Deveria Conhecer - Desidério Murcho
1518-Texto do artigo-4511-1-10-20171107
Anselmo em busca da compreensão
Anselmo teve um papel crucial no desenvolvimento da
filosofia medieval, sendo considerado o primeiro escolástico
— termo que ainda hoje, nas zonas mais débeis da cultura,
é entendido pejorativamente, por influência dos modernos.
Insistindo na importância da expressão clara e do rigor,
Anselmo 
afastou-se 
definitivamente 
do 
misticismo
neoplatónico, na altura dominante, com origem em Plotino
(205-270).
Chegado a Bec, em 1059, Anselmo fez os seus votos
monásticos e foi como monge que escreveu as obras que
viriam a torná-lo influente e famoso durante séculos:
Monologion (monólogo) e Proslogion (termo inventado por
Anselmo, que afirma significar «discurso apresentado a
outrem»).
O estilo das duas obras é bastante diferente, apesar de
em ambos os casos se tratar de descobrir as razões a favor
da crença em Deus. Porém, enquanto a primeira é uma
argumentação directa, sem adornos, a segunda é como que
uma oração, uma súplica a Deus para que este permita ao
crente compreender a sua fé. Os títulos alternativos das
duas obras são reveladores: à primeira deu Anselmo o título
«Cânone para meditar sobre as razões da fé»; e à segunda
«A fé em busca da compreensão», uma expressão que
colheu de Agostinho.


O argumento ontológico
Os medievais conheciam o argumento a favor da existência
de Deus que Anselmo apresentou na segunda das obras
mencionadas simplesmente como argumentum Anselmi: o
argumento de Anselmo. Mas Kant chamou-lhe argumento
ontológico, designação que se tornou comum.
O termo «ontologia» deriva dos termos gregos to on e
ontos que significam aproximadamente «o que algo é» ou
«o ser de algo». O adjectivo «ontológico» é usado em
filosofia para falar da natureza última das coisas, e o
substantivo designa uma subdisciplina filosófica que trata
de estabelecer as categorias mais gerais da realidade.
O argumento ontológico tem esta designação porque
Baixar 0.78 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   56




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal