Semestre: 2018/1



Baixar 43.83 Kb.
Encontro01.11.2019
Tamanho43.83 Kb.
#2306







Disciplina:

HST

Semestre:

2018/1

Turma:




Nome da disciplina:

Tópico especial – História Pública

Professor:

Waldomiro Lourenço da Silva Júnior

Monitores/estagiários:



Horário:

feira

(18h30-22hs)



Local:

Laboratório de Pesquisa em Imagem e Som (LAPIS)

Horários de atendimento do professor:

5ª feira 15h30-17h30

Local de atendimento:

Sala 09 do Depart. de História

Email do professor:




Email do monitor/estagiário:




Website/blog/moodle:




Ementa:

A disciplina propõe o estudo de experiências de difusão do conhecimento histórico para públicos não acadêmicos. Na mesma medida, busca também reconhecer e refletir sobre a importância das demandas sociais de memória na orientação das práticas de pesquisa historiográficas. O curso sugere, como pano de fundo, a problematização da função social da história, levando em consideração a inserção acadêmica no espaço público, a diversidade das formas de relacionamento com o passado e os preceitos éticos e epistemológicos que garantem a caracterização do discurso científico.





Objetivos:




  • Efetuar uma introdução à História Pública




  • Fomentar a reflexão sobre suas potencialidades e desafios




Metodologia:




  • Discussões orientadas




  • Participações externas



Conteúdo programático com cronograma:

01 de março

Apresentação
Módulo 1: Definições & Problemas
08 de março

Introdução ao Campo

LIDDINGTON, Jill. “O que é História Pública?” In: ALMEIDA, Juniele Rabêlo de Almeida; ROVAI, Marta Gouveia de Oliveira (Org.) Introdução à História Pública. São Paulo: Letra e Voz, 2011, pp.31-52.
15 de março

O que é público?

SCHITTINO, Renata. "O conceito de público e o compartilhamento da história". In: MAUAD, Ana Maria; ALMEIDA, Juniele R.; SANTHIAGO, Ricardo (org). História Pública no Brasil: sentidos e itinerários. São Paulo. Letra e Voz. 2016.
22 de março

História Pública vs História para o Público: o lugar do historiador

MALERBA, Jurandir. “Acadêmicos na berlinda ou como cada um escreve a história: uma reflexão sobre o embate entre historiadores acadêmicos e não acadêmicos no Brasil à luz dos debates sobre a Public History”. História da Historiografia, v. 15, 2014, pp.27-50, .
29 de março

História Pública e o Ensino de História

PENNA, Fernando de Araujo & SILVA, Renata da Conceição Aquino da. "As operações que tornam a história pública: A responsabilidade pelo mundo e o ensino de história". In: MAUAD, Ana Maria; ALMEIDA, Juniele R.; SANTHIAGO, Ricardo (org). História Pública no Brasil: sentidos e itinerários. São Paulo. Letra e Voz. 2016.
05 de abril

Rodrigo Bonaldo

NICOLAZZI, Fernando. Muito além das virtudes epistêmicas: o historiador público em um mundo não linear. In: Revista Maracanã. n. 18, p. 18-34, jan/jun 2018.

Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/maracanan/article/view/31121/0

Acesso 23/02/2018


Módulo 2: Abordagens & Experiências

12 de abril



Flávia Varella

MARQUES, J. B. "Trabalhando com a história romana na Wikipédia: uma experiência em conhecimento colaborativo na universidade". Revista História Hoje, v. 2, p. 329-346, 2013.


19 de abril

Beatriz Mamigonian

DELGADO, Andréa Ferreira; MAMIGONIAN, Beatriz Gallotti. Santa Afro Catarina: acervo digital e educação patrimonial. Esboços (UFSC), v. 21, p. 86-108, 2014.


26 de abril - Entrega do trabalho escrito

Renata Palandri Sigolo

Projetos “Plantas Medicinais e os cuidados com a saúde” e “Jardins da História”


03 de maio

Palestra


10 de maio (Semana de História: Liberação de aulas)
17 de maio

Aline Dias da Silveira

GELBCKE, Juliana. História Pública e Consciência Histórica: uma reflexão da didática da história. In: XIV Encontro Regional de História. 1964-2014: 50 anos do Golpe Militar no Brasil. 7 a 10 de outubro de 2014, Universidade Estadual do Paraná/Campo Mourão-PR, 2014, pp. 524- 533. Disponível em: http://www.erh2014.pr.anpuh.org/anais/2014/349.pdf.


24 de maio

Icles Rodrigues
LUCCHESI, Anita; CARVALHO, Bruno L. P. de. “História digital: reflexões, experiências e perspectivas”. In: MAUAD, Ana Maria; ALMEIDA, Juniele R.; SANTHIAGO, Ricardo (org). História Pública no Brasil: sentidos e itinerários. São Paulo. Letra e Voz. 2016.

07 de junho



Fabio Morales: estudo de público, cultura escolar e cultura histórica

LIMA, Leilane. A Arqueologia e os indígenas na escola: um estudo de público em Londrina-PR. 2014. Tese (doutorado). Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade De São Paulo, 2014, p. 53-75.


14 de junho

Finalização dos trabalhos


21 de junho

Apresentação dos trabalhos
28 de junho

Recuperação




Avaliação:

Trabalho sobre significados e usos da história pública.
O trabalho será dividido em duas partes.

Cada parte será avaliada separadamente, valendo uma nota de zero a dez.

A nota final será obtida por meio de uma média aritmética simples.

O trabalho deverá ser feito em grupos de quatro pessoas.

O grupo será o mesmo para as duas partes do trabalho.
Parte 1 – Trabalho escrito (entrega no dia 26 de abril)

Cada grupo vai elaborar uma dissertação breve (entre 5 e 8 páginas de texto) a respeito de uma forma de compartilhamento do conhecimento histórico, à luz da discussão sobre a História Pública. O trabalho deve conter folha de rosto, introdução, desenvolvimento, conclusão e bibliografia.

É preciso ter um recorte temático claro.

São duas possibilidades de recorte:

- Ou se examina formas de tornar um determinado problema histórico mais acessível ou difundido.

- Ou se explora como uma determinada ação ou veículo tem sido usado para a difusão do conhecimento histórico em geral.


Parte 2 – Apresentação (21 de junho)

O grupo deverá apresentar os resultados de seu trabalho como uma experiência de História Pública. Na forma de texto, exposição, música, fotografia, vídeo ou qualquer outro suporte, ação ou recurso tecnológico disponível ao historiador público, o grupo deverá expor os resultados de seu trabalho à turma e ao professor, pensando em tornar as informações e reflexões acessíveis também a uma audiência não acadêmica. O tempo das apresentações deve ser de 15-20 minutos.





Observações:

A) Discentes que faltarem em quaisquer das avaliações terão somente direito à segunda chamada mediante requerimento circunstanciado, pessoalmente encaminhado e protocolado na Secretaria do Departamento de História da UFSC no prazo máximo de 72 horas a partir da data de avaliação.

B) Discentes com nota final menor que 3,0 (três) ou com frequência inferior a 75%, serão reprovados na disciplina.

C) Plágio. Plagiar é a apresentar ideias, expressões ou trabalhos de outros como se fossem os seus, de forma intencional ou não. Serão caracterizadas como plágio a compra ou apresentação de trabalhos elaborados por terceiros e a reprodução ou paráfrase de material, publicado ou não, de outras pessoas, como se fosse de sua própria autoria, e sem a devida citação da fonte original. Os casos relacionados à compra, reprodução, citação, apresentação etc, de trabalhos, ideias ou expressões serão encaminhados pelo professor da disciplina ao Colegiado do Curso e rigorosamente examinados.







Bibliografia

Bibliografia Básica:

ALMEIDA, Juniele Rabêlo de; ROVAI, Marta Gouveia de Oliveira (orgs.). Introdução à história pública. São Paulo: Letra e Voz, 2011

CHALHOUB, Sidney; FONTES, Paulo. História social do trabalho, história pública. In: Revista Perseu, n. 4, 2009.

DARNTON, Robert. A Questão dos Livros: passado, presente e futuro. Companhia das Letras. São Paulo. 2010.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Depois de aprender com a história’, o que fazer com o passado agora?. In: MOLLO, Helena Miranda et alli (orgs.). Aprender com a história? O passado e o futuro de uma questão. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2011.

LIDDINGTON, Jill. O que é história pública?. In: ALMEIDA, Juniele Rabêlo de; ROVAI, Marta Gouveia de Oliveira (orgs.). Introdução à história pública. São Paulo: Letra e Voz, 2011

MACMILLAN, Margaret. Usos e abusos da história. São Paulo. Record. 2010.

MALERBA, Jurandir.. Acadêmicos na berlinda ou como cada um escreve a história: uma reflexão sobre o embate entre historiadores acadêmicos e não acadêmicos no Brasil à luz dos debates sobre a Public History. In: História da Historiografia, v. 15, p. 27-50, 2014.

MAGALHÃES, Marcelo; Helenice Rocha; Jayme Fernandes Ribeiro; Alessandra Ciambarella (Org.). Ensino de História: usos do passado, memória e mídia. 1ed. Rio de Janeiro: FGV. 2014

MAUAD, Ana Maria; ALMEIDA, Juniele R.; SANTHIAGO, Ricardo (org). História Pública no Brasil: sentidos e itinerários. São Paulo. Letra e Voz. 2016.

KNAUSS, Paulo. Uma história para o nosso tempo. Historiografia como fato moral. In: História (Unisinos), vol. 12, n. 2, 2008.

NOVICK, Peter. The professionalization project. In: That noble dream. The ‘objectivity question’ and the American historical profession. Cambridge University Press, 1988.

PROST, Antoine. A profissão do historiador. In: Doze lições sobre a história. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008.

______________. Verdade e função social da história. In: Doze lições sobre a história. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008.

SÁNCHEZ, César Augusto Duque. Historia pública: ¿Uma fatalidade historiográfica? – El público, lo público y la historia que publico: Conversación com Manuel Lucena Giraldo. In: História da Historiografia. Ouro Preto. Abril de 2016.

WOOD, Gordon S. The purpose of the past: reflections on the uses of history. New York. 2008.

TRAVERSO, Enzo. Memoria, olvido, reconciliación: el uso público del pasado. In: CERNADAS, Jorge; LVOVICH, Daniel (editores). Historia, para qué? Revisitas a una vieja pregunta. Buenos Aires: Prometeo Libros, 2010.

ZAHAVI, Gerald. Ensinando história pública no século XXI. In: ALMEIDA, Juniele Rabêlo de; ROVAI, Marta Gouveia de Oliveira (orgs.). Introdução à história pública. São Paulo: Letra e Voz, 2011.



Bibliografia complementar:

BAETS, Antoon de. A declaration of the responsibilities of present generations towards past generations. In: History and Theory, n. 43, 2004.



NORA, Pierre. Du ‘vertuisme’ contemporain. In: Historien public. Paris: Gallimard, 2011.








Página de



Baixar 43.83 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal