Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


O capítulo lido confirma a posição do crítico? Justifique



Baixar 11.7 Mb.
Página73/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
#16612
1   ...   69   70   71   72   73   74   75   76   ...   665
Se liga na l ngua literatura, produ o de texto, linguagem
1 O capítulo lido confirma a posição do crítico? Justifique.

2 Que efeito expressivo tem esse registro para a construção do texto?

3 Compare a linguagem utilizada para registrar as falas de Pereira e Manecão com aquela usada por José de Alencar no diálogo entre Iracema e Martim, que você leu neste capítulo.
Página 55

O romance urbano: Manuel Antônio de Almeida

O romance urbano retratou as experiências do cotidiano e a vida social dos habitantes das cidades. No Brasil, o primeiro romance urbano de sucesso foi A Moreninha (1844), de Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882), autor que mostrou um Brasil sem grandes conflitos, por onde circulavam personagens da classe burguesa.

Na contramão dos romances urbanos comumente produzidos no Brasil do século XIX, surge Memórias de um sargento de milícias (1854), obra em que Manuel Antônio de Almeida retrata uma camada mais humilde da população do Rio de Janeiro.

Nesse romance, o autor narra as aventuras de um personagem central, Leonardo. Com olhar sarcástico, o autor focaliza a época de D. João VI no Brasil: um mundo em que vadios, famílias, malandros, procissões religiosas, festas populares, danças, influências e favores convivem de maneira caótica e particular.

A história se inicia quando o português Leonardo Pataca, em viagem de navio ao Brasil, conhece Maria das Hortaliças, quitandeira das praças de Lisboa, e a engravida. Nasce o protagonista Leonardo, abandonado muito cedo pelos pais e criado por um barbeiro e uma parteira, seus padrinhos, que nunca conseguiram impor limites ao menino.

Na seção a seguir, você lerá fragmentos do capítulo 18, no qual ficamos sabendo que Leonardo, já adolescente, “vadio”, meio entediado e sem perspectiva de carreira, acaba se apaixonando pela filha adotiva de D. Maria, senhora rica e amiga do barbeiro que criava o rapaz.



BAPTISTÃO

O carioca Manuel Antônio de Almeida (1831-1861) ficou órfão de pai aos 11 anos. Foi jornalista, professor e funcionário público. Quando, aos 30 anos, decidiu abraçar a carreira política, morreu em um naufrágio na costa fluminense.

Atividade - Leitura de texto




Baixar 11.7 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   69   70   71   72   73   74   75   76   ...   665




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal