Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem



Baixar 11.7 Mb.
Página66/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   62   63   64   65   66   67   68   69   ...   665
A prosa romântica

No Brasil colonial, nem o Barroco nem o Arcadismo viram surgir uma prosa de ficção tão significativa quanto a produzida ao longo do Romantismo.

Por volta de 1830, os folhetins franceses e ingleses tornaram-se populares. Pouco a pouco, porém, os textos estrangeiros cederam lugar às narrativas românticas centradas em espaços brasileiros, nas quais os escritores procuraram resgatar a “cor local”, enfatizando a força e o lirismo de nossa paisagem tropical, bastante familiar aos leitores, diversa daquela presente nos romances europeus.

Após a Independência, os romancistas brasileiros dedicaram-se a um verdadeiro “projeto de construção” de uma identidade nacional que se manifestou em quatro diferentes tendências:

Romance indianista: apresenta o indígena de forma idealizada, como representante autêntico de um Brasil primitivo, dada sua valentia e nobreza.

Romance regionalista: sua ênfase está em registrar hábitos, paisagens e costumes de um Brasil distante da então capital do país, Rio de Janeiro. Com raras exceções, obras dessa tendência são marcadas pelo artificialismo.

Romance urbano: destaca os costumes da sociedade carioca do Segundo Reinado (1840-1889). Por retratarem um cotidiano bastante conhecido dos leitores burgueses, sobretudo por apresentarem situações lírico-amorosas vividas ou idealizadas, esses romances eram muito populares e prestigiados.

Romance histórico: seguindo a tendência de valorização da identidade nacional, enfatiza o relato de episódios históricos — reconstituídos de forma idealizada — ocorridos, principalmente, no período colonial.

Todas essas tendências estão contempladas na extensa obra de José de Alencar, o principal prosador do Romantismo brasileiro. Entre tantos painéis que traçou sobre o Brasil, Alencar também tratou da relação entre indígenas e colonizadores, conforme veremos a seguir.

Biblioteca cultural

Leia uma crônica de Eliane Brum sobre a relação entre o gênero romance e a vida cotidiana das pessoas: .



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   62   63   64   65   66   67   68   69   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal