Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


Atividade: Leitura de texto – p. 96



Baixar 11.7 Mb.
Página647/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   643   644   645   646   647   648   649   650   ...   665
Atividade: Leitura de texto – p. 96

1. Professor: Esta questão pode exigir sua mediação. Chame a atenção dos alunos para algumas passagens em que o narrador parece assumir uma posição diante do que narra e, portanto, tem postura parcial. Isso pode ser observado em trechos como: “monossílabos de capitalista”, “velho parasita”, “ar de estroina” e “grupo sinistro”.

2. Ao descrever Bertoleza e sua reação diante da iminência de sua captura, o narrador reforça a animalidade da escrava acuada. Bertoleza é encontrada de cócoras, “cercada de escamas e tripas de peixe”, ergue-se como uma anta bravia e, depois de golpear-se com a faca, ruge e esfocinha como se fosse um bicho. Já o agregado Botelho arma friamente a captura da escrava e manipula a situação para obter proveito financeiro. João Romão, por sua vez, age unicamente pela razão – e guiado por uma ética torta. Planeja toda a ação de captura de sua companheira, finge não saber o que é a chegada da polícia e dos donos da escrava, entrega Bertoleza e testemunha seu suicídio. Ao final, ainda dá a entender que receberá a comissão de abolicionistas para ganhar um diploma de sócio benemérito.

3. a) Porque essa comissão julgava que ele havia alforriado uma escrava.

b) A hipocrisia social é mostrada pelo fato de João Romão ser congratulado com um diploma de sócio benemérito de uma comissão de abolicionistas no momento exato em que está envolvido na captura e morte de uma escrava a quem devia uma série de favores.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   643   644   645   646   647   648   649   650   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal