Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem



Baixar 11.7 Mb.
Página608/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   604   605   606   607   608   609   610   611   ...   665
1. a) Os fatos se passam em um castelo medieval.
Página 410

b) A história se passa em um castelo medieval, ambiente geralmente associado a histórias de terror. O narrador o caracteriza minuciosamente de modo a criar um clima de suspense e horror: o castelo é grande e melancólico, data de muitos séculos atrás, está abandonado. Além disso, o narrador fica hospedado em uma sala menor, mais afastada do corpo principal do castelo, os móveis desse cômodo são maltratados pela ação do tempo e a iluminação é feita por um candelabro de sete braços. Para completar, há quadros misteriosos na parede e um livro que os explica.

c) Espera-se que os alunos percebam que a introdução do conto feita em um único parágrafo extenso é uma estratégia narrativa que objetiva “fisgar” o leitor. Rapidamente, este já se vê inserido em um universo misterioso e enigmático e compartilha da curiosidade do narrador protagonista em relação aos quadros e ao livro que trata deles.

2. Os seguintes elementos: o fato de ser meia-noite, a ação do protagonista de mudar a posição do candelabro e os raios de luz que se projetam e iluminam um dos quadros (o que retrata uma misteriosa mulher).

3. Mais do que a beleza da modelo ou a técnica empregada pelo pintor, o que encanta o protagonista é o fato de o quadro parecer vivo, ou seja, a “expressão vital” da mulher retratada.

4. A bela esposa do pintor sabia que rivalizava com a Arte, o verdadeiro amor de seu marido, mas como era obediente e amável resolveu aceitar ser modelo de um dos quadros do artista. Por várias semanas, dia e noite, a mulher submeteu-se à paixão do marido pelas tintas e, aos poucos, começou a adoecer. Milagrosamente, a pintura ganhava uma estranha vida que era retirada, gradativamente, da esposa do pintor. Ao final, o quadro fica pronto e o pintor percebe que “aprisionou” na tela a vida de sua esposa, agora morta.

Retome com os alunos os estudos realizados na unidade 1. Como eles já viram, os românticos foram responsáveis pela popularização de histórias de terror que se passavam em castelos medievais, construções em ruínas, etc. Nessas narrativas, fantasmas, monstros e outros seres estranhos invadem a vida dos personagens “normais” e os aterrorizam. No conto de Edgar Allan Poe, um dos principais representantes desse gênero no Romantismo, um mundo misterioso e oculto se impõe. Esse elemento, característico da literatura do autor, foi muito valorizado pelos artistas simbolistas do final do século XIX. Poe foi a principal influência romântica que os simbolistas tiveram. Além da concepção de um mundo oculto por trás do real visível e da valorização da dimensão psíquica humana, tão presentes na prosa e na poesia do autor estadunidense, interessou aos simbolistas outras ideias de Poe, como a valorização do sonho e da pureza da arte, a importância da música na poesia e o desprezo ao didatismo (a explicação clara dos fenômenos).





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   604   605   606   607   608   609   610   611   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal