Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


Linguagem A parte de Linguagem



Baixar 11.7 Mb.
Página559/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   555   556   557   558   559   560   561   562   ...   665
Linguagem

A parte de Linguagem, neste volume 2, tem por objeto o estudo das classes gramaticais, analisadas segundo uma perspectiva que associa os critérios semântico, morfológico e sintático, os quais são explicitados aos alunos logo na abertura.

Na primeira parte deste suplemento, como você acompanhou, descrevemos nossos pressupostos teóricos, explicitamos os objetivos da coleção quanto ao desenvolvimento das capacidades de leitura e escrita, à reflexão sobre a língua e ao ensino de literatura (letramento literário), bem como ações e procedimentos planejados para atingi-los (seções e boxes). Nas tabelas a seguir, você encontrará os objetivos relacionados aos conteúdos de cada capítulo e outros objetivos, ligados a temas transversais e a competências variadas, que se tornam atingíveis graças aos textos selecionados, às abordagens definidas e às práticas planejadas. Esperamos que a organização em tabelas facilite sua consulta e as tomadas de decisão relativas às sequências didáticas e aos eventuais cortes.

Após as tabelas, apresentam-se algumas sugestões de atividades complementares, inclusive com a indicação de novos textos literários ou não literários, de filmes, de sites, entre outros, os quais serão aproveitados para atividades de investigação, reflexão e debate. Parte delas têm caráter interdisciplinar e diferencia-se das atividades distribuídas ao longo dos capítulos, nos boxes “Investigue em” ou em notas para o professor (em geral com realização rápida e autônoma pelos alunos), porque preveem a parceria com o professor de outra disciplina. Nas sugestões que aparecem no suplemento, propõe-se o aprofundamento de temas por meio de informações trazidas por um especialista e por discussões propostas em seu campo de estudos. Tais atividades exigem maior dedicação às etapas de preparação e de socialização de resultados.

Sugestões de ações para a integração das partes seguem as atividades complementares. Ao longo da obra, estabelecemos, de modo implícito, relações entre as partes com a intenção de levar os alunos a articularem conteúdos e de sugerir reflexões mais amplas. Para o professor, neste suplemento, indicamos os pontos de contato mais significativos e oferecemos orientações para a remissão de um a outro.

Por fim, lembramos que muitas das atividades da obra podem ser usadas para a avaliação dos alunos. Entendendo que esta é uma parte do processo de análise e reorientação dos cursos, sugerimos que, eventualmente, as seções “Pra começar” sejam usadas como avaliação do conhecimento prévio dos alunos; como avaliação diagnóstica, portanto. As atividades de meio de capítulo (que podem ser aplicadas integral ou parcialmente) servem para aferir a apropriação do que está sendo ensinado e permitir sua atuação (planejando novas atividades, revendo conceitos, corrigindo equívocos, etc.) ainda durante o processo. As atividades “Leitura de texto” e “Textos em conversa” (Literatura), “Para dar mais um passo” (Linguagem) e “Produza seu/sua... (gênero)” (Produção de texto), que exigem a mobilização e a articulação dos vários conhecimentos em foco no capítulo, podem constituir-se em um instrumento de avaliação de conclusão de etapa. Por fim, o boxe “Fala aí” oferece uma boa oportunidade de avaliação do desempenho oral. Selecionamos algumas delas para demonstrar essa possibilidade e pretendemos, com elas, oferecer modelos que podem ser adaptados.

Os projetos especiais – Expressões, Expressão cidadã e Expressão coletivaservem igualmente a esse fim, permitindo também a avaliação de outras habilidades relativas a comprometimento, organização, criatividade e associação em grupo, entre outros.

Apresentamos ainda, nas tabelas, uma proposta de distribuição dos temas e de atividades por bimestres. Trata-se apenas de uma sugestão, que deve ser adaptada conforme o número de aulas, o calendário da escola e os vários eventos que determinam o ritmo do curso. Buscamos o equilíbrio entre as três partes e sugerimos que estas sejam abordadas alternadamente para evitar uma compartimentalização de estudos que são, na verdade, complementares. É possível optar por trabalhar um capítulo inteiro de cada parte antes de passar para outro ou por segmentar os capítulos, considerando as particularidades das várias seções e as ligações entre elas. Sugerimos apenas que, na parte de Produção de texto, o intervalo entre a “Primeira leitura” e a “Segunda leitura” não seja longo, uma vez que são estudadas em comparação. O ideal é que não haja intervalo.



Destacamos que as explicações teóricas e as atividades levam em conta o conhecimento que vem sendo construído conforme determinados conteúdos são apresentados nos vários capítulos. Aqueles indicados para o segundo semestre, muitas vezes, apresentam conteúdos do primeiro como pré-requisitos.
Página 392



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   555   556   557   558   559   560   561   562   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal