Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem



Baixar 11.7 Mb.
Página524/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
#16612
1   ...   520   521   522   523   524   525   526   527   ...   665
Se liga na l ngua literatura, produ o de texto, linguagem
A interdisciplinaridade

Ao longo desta coleção, você, professor, encontrará possibilidades de trabalhos que podem ser feitos de forma integrada com outras disciplinas e/ou áreas do conhecimento. Isso é possível graças ao fato de a área de Linguagens ser um espaço em que todas as demais se encontram. Não há conhecimento algum tratado em sala de aula que não esteja concretizado em algum gênero textual.

As Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio – OCNEM (2006), reportando-se à Lei de Diretrizes Nacionais de Educação, destacam a necessidade de integração e articulação dos conhecimentos em processo permanente de interdisciplinaridade e contextualização. O intuito dessa relação é promover a expansão da compreensão de mundo, de modo a, em lugar de ensinar as disciplinas escolares de maneira isolada, isto é, voltadas a si mesmas, ensinar os alunos a entenderem as relações entre elas e com a sociedade, com a vida e com o mundo fora dos muros da escola.

Em direção semelhante, os PCNEM+ (2002) também chamam a atenção para o trabalho interdisciplinar. Segundo o que defendem esses documentos, antes de garantir associação temática entre diferentes disciplinas – ação possível e desejável, mas não imprescindível –, devemos buscar unidade em termos de prática docente, ou seja, independentemente dos temas/assuntos tratados em cada disciplina de forma isolada.

Essa prática docente comum está voltada em caráter permanente para o desenvolvimento de competências e habilidades, apoiado na associação ensino-pesquisa e no trabalho com diferentes fontes expressas em diversas linguagens, que comportem distintas interpretações sobre os temas/assuntos trabalhados em sala de aula.

A fim de esclarecermos a ideia, pensemos em dois casos na parte de Produção de texto. A seleção de dados para realizar um processo de retextualização envolve a identificação de elementos pertinentes e, como desdobramento, a exclusão dos não pertinentes, ações que se mostrarão essenciais, por exemplo, em uma atividade de pesquisa em documentos diversos ou resolução de um problema matemático. Na mesma linha, defender um ponto de vista em um texto de tipo


Página 379

argumentativo prevê aprender a eleger critérios de análise válidos para a resolução de um determinado problema, ação cabível tanto na resolução de atividades acadêmicas quanto na vida cotidiana, quando o estudante se vê diante da responsabilidade de tomar uma decisão.

Em Linguagem, quando nos detemos na análise semântica, sintática ou morfológica de um termo para, do detalhe, construir uma leitura do todo, estamos desenvolvendo uma capacidade que se estende para fora dos limites da reflexão sobre a língua e se insere na prática da análise ampla, procedimento fundamental em todas as áreas do conhecimento e na própria leitura do mundo.

Em Literatura, por sua vez, a adequada investigação do contexto em que um determinado texto foi produzido, levando em conta correntes ideológicas, fatos históricos, principais pensadores, etc., é ação essencial em outras áreas das chamadas ciências humanas, como a Filosofia, a Geografia, a História e a Sociologia. Além disso, a pesquisa sobre a influência que as artes plásticas, outras obras literárias, filmes, peças de teatro, etc. exerceram sobre as produções lidas pelos alunos é um procedimento essencial em outros tipos de leitura, como documentos históricos, textos filosóficos, artigos de opinião, entre outros gêneros não literários.

No que tange à interdisciplinaridade em temas/assuntos, destacamos a organização de projetos didáticos, uma forma rica de se desenvolver o ensino. O projeto Expressões, presente em algumas unidades da parte de Literatura, apresenta-se como oportunidade para trabalho interdisciplinar. A título de exemplo, na unidade 2, volume 1, os alunos precisam criar uma melodia para uma letra de cantiga medieval, o que pode exigir articulação entre as disciplinas de Arte e Literatura; nesse mesmo volume, na unidade 4, eles são convidados a desenvolver uma fotografia e refletir sobre o consumo e os elementos realmente necessários a uma existência satisfatória. Se houver possibilidade, as áreas de Literatura, Arte e Filosofia podem se organizar para realizar esse trabalho conjuntamente. Também no projeto Expressão coletiva, da parte de Linguagem, propõe-se o diálogo com outras áreas. No volume 2, por exemplo, o aluno é convidado a pesquisar os topônimos de sua região, realizando uma atividade de resgate da memória coletiva associado às disciplinas de História e de Geografia. Na parte de Produção de texto, o projeto Expressão cidadã favorece, igualmente, a interdisciplinaridade ao propor, por exemplo, um trabalho relativo à saúde e aos padrões estéticos no volume 3, comunicando-se com a Biologia.

Os boxes “Investigue em...”, presentes nas três partes, também convidam a essa perspectiva, na medida em que propõem ao aluno a pesquisa de aspectos pontuais em outros campos do conhecimento, os quais iluminam algo que está estudando.

A seleção proposta em “Leitura puxa leitura” leva em conta, igualmente, a necessidade de um trabalho interdisciplinar, pois, por meio dela, os alunos podem ler e reler seus conhecimentos com auxílio do cinema, das artes plásticas, da História, da música, de sites da internet, etc. Os boxes “Naquele tempo...” podem ser trabalhados em conjunto com História, com Geografia (na frente de Geopolítica), com Filosofia ou com Sociologia. Nos boxes “Biblioteca cultural”, podem ser realizadas pesquisas nas áreas de pintura, música, teatro, museus, jornais, arquivos públicos, etc. ou trabalhos interdisciplinares envolvendo cinema, literatura, história, ciências naturais, etc. As aberturas de unidades e capítulos, sobretudo na parte de Literatura, apresentam, além de ilustrações exclusivas, grafites, fotografias, pinturas (de diversas técnicas), mosaicos, cenas e cartazes de filmes e peças de teatro, esculturas, etc. e podem ser excelentes oportunidades de trabalho com Literatura e Arte, Literatura e Filosofia, Arte e Filosofia, Sociologia e Arte, entre outras combinações.

Lembramos ainda que, em “Atividades complementares”, “Relações entre as partes” e “Sugestões de avaliação” deste suplemento, são apresentadas sugestões de projetos interdisciplinares a serem desenvolvidos em parceria com professores de outras áreas.




Baixar 11.7 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   520   521   522   523   524   525   526   527   ...   665




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal