Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


Leia este pequeno trecho de uma novela do escritor paulista Fernando Bonassi



Baixar 11.7 Mb.
Página493/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   489   490   491   492   493   494   495   496   ...   665
3 Leia este pequeno trecho de uma novela do escritor paulista Fernando Bonassi.

Subi, destranquei as portas, entrei. O apartamento continuava cheirando a homem dormido. Abri as janelas da sala/escritório. Uma brisa noturna derrubou dois papéis de cima da escrivaninha. Eram os dois bilhetes que eu tinha tirado da porta na noite anterior. Num, uma mulher que eu não conhecia precisava falar comigo – tinha deixado um número de telefone; no outro o marido de Marcela pedia que eu ligasse. Só liguei para a mulher.

[...]

BONASSI, Fernando. Crimes conjugais. São Paulo: Scritta, 1994. p. 109. (Fragmento).



a) Releia o primeiro período do texto. As três orações que o compõem estabelecem entre si uma relação de coordenação ou de subordinação? Justifique.

Relação de coordenação, já que as orações têm independência sintática.

b) Leia o primeiro período em voz alta substituindo a última vírgula pela conjunção e. Que diferença se nota no ritmo das ações?

O ritmo torna-se um pouco mais lento.

c) Que relação de sentido há entre o segundo e o terceiro períodos? Reescreva o trecho no caderno empregando uma conjunção que explicite essa relação.

Uma relação de conclusão, que poderia ser explicitada assim: O apartamento continuava cheirando a homem dormido, portanto (logo, assim, por isso, por conseguinte) abri as janelas da sala/ escritório.

d) Reescreva esses mesmos períodos invertendo suas posições e empregando uma conjunção adequada.

Sugestão de resposta: Abri as janelas da sala/escritório, porque (pois, já que, uma vez que) o apartamento continuava cheirando a homem dormido.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   489   490   491   492   493   494   495   496   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal