Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


PRAIAS 68 pessoas já foram atacadas por arraias



Baixar 11.7 Mb.
Página447/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   443   444   445   446   447   448   449   450   ...   665
PRAIAS

68 pessoas já foram atacadas por arraias

Números da Sesau [Secretaria Estadual de Saúde] são de janeiro a junho deste ano; casos tendem a aumentar com a temporada de férias no Tocantins

Acidentes com arraias são mais comuns nessa época, quando a temporada de férias leva um contingente maior de pessoas às praias de Palmas e também do interior. [...]

[...]

O comandante de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros, tenente Marcos Dourado, destaca que, diferentemente das piranhas, as arraias se tornam agressivas pelo seu instinto de proteção. [...]



[...]

Prevenção

Conforme o tenente, a orientação é observar bem o local antes de entrar na água. “As arraias gostam de ficar em lugar raso, com lama ou areia, em águas mais calmas. Então, entrar no rio arrastando os pés na areia é uma forma de espantar o animal e fazê-lo sair”, orienta.

Ele lembra que todas as praias de rios e beira de lago são lugares característicos da presença de arraias. “Aqui na Capital já vimos casos na Praia das Arnos, mas o cuidado deve ser redobrado em todas as praias, principalmente as que têm lama e lodo”, alerta.

Se possível, comente essa atividade com o professor de Geografia ou de História, que poderá falar um pouco sobre os motivos da emancipação do Tocantins e de sua associação com a região Norte. Caso você esteja nesse estado, aproveite para levantar com os alunos os potenciais daí, como os atrativos turísticos da região do Jalapão, o setor de serviços que está se desenvolvendo em Palmas, a formação de uma área industrial nas proximidades da capital, etc.
Página 323



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   443   444   445   446   447   448   449   450   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal