Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


Leia parte de um texto que introduz uma entrevista com o paulista Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica



Baixar 11.7 Mb.
Página445/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   441   442   443   444   445   446   447   448   ...   665
4 Leia parte de um texto que introduz uma entrevista com o paulista Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica.

Correr, jogar bola, atirar pedras, pegar nos chifres do boi, brincar na rua sem hora para voltar. Mauricio de Sousa viveu uma infância intensa e repleta de liberdade em uma rua sem asfalto onde morava boa parte de sua família, entre avós, tios e primos. Isso certamente explica a grande empatia que o desenhista, criador de tantas personagens de sucesso, tem com as crianças. Ao enfatizar profundos valores familiares, suas histórias são o retrato do período mais feliz da vida de cada um de nós. “Eu soube que havia preconceito no mundo depois que cresci.” Na sua infância, Mauricio construiu a base de sua vida adulta. Ele via cinema diariamente, lia quadrinhos, cantava. Depois cresceu, foi trabalhar em jornal, casou-se escondido da família. Uma verdadeira revolução. Hoje, sua família ampliou muito. E ela não se restringe aos laços sanguíneos. Em seu estúdio de criação, muitos profissionais o acompanham há anos e renovam a cumplicidade do seu dia a dia.

[...]

UCHA, Francisco. A grande família. Entrevista com Mauricio de Sousa na Revista da Cultura. Disponível em: . Acesso em: 8 dez. 2015. (Fragmento).


Página 322

a) Em que forma nominal aparecem os verbos que compõem o primeiro período do texto? Que função tem essa forma no contexto?

Os verbos estão no infinitivo impessoal, empregado para a construção de uma enumeração de ações.

b) Que tempo verbal seria usado caso o primeiro período se iniciasse com “Quando criança, Mauricio de Sousa...”? Por que esse seria o tempo adequado?

Seria usado o pretérito imperfeito do indicativo, porque indica ações habituais no passado: Quando criança, Mauricio de Sousa corria, jogava bola...

c) Via e casou(-se) são duas formas verbais que indicam ações anteriores ao momento de enunciação (escrita do texto). O que diferencia seu uso?

Via, forma verbal no pretérito imperfeito, indica ação habitual, enquanto casou(-se), no pretérito perfeito, indica ação pontual.

d) Que tempo composto poderia substituir a forma verbal acompanham sem prejuízo do sentido? Por que isso é possível?

Tem acompanhado, que indica uma ação iniciada no passado e mantida no presente, mesma noção de tempo de acompanham.

e) O texto alterna constantemente formas verbais relativas ao presente e ao pretérito. O que justifica esse modo de construção?

O texto associa as atividades atuais de Mauricio de Sousa, expressas no presente, a suas experiências de criança, indicadas no pretérito.

f) O termo família tem dois referentes distintos no texto. Quais são eles?

O termo família foi usado para indicar laços de parentesco, sanguíneos, e também de companheirismo e fidelidade, firmados com os colegas de trabalho.

g) Que importância tem, no contexto da entrevista, a referência a essas duas famílias?

A família constituída por parentesco está associada à formação do cartunista, que se deu na infância em contato com avós, tios e primos, enquanto a constituída por amizade marca sua experiência no presente, apoiada por outros profissionais de seu estúdio de criação.

Para dar mais um passo





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   441   442   443   444   445   446   447   448   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal