Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


Interjeições: nem sempre impulsivas



Baixar 11.7 Mb.
Página414/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   410   411   412   413   414   415   416   417   ...   665
Interjeições: nem sempre impulsivas

Como você viu, as interjeições podem ser sons vocálicos, como ah!, vocábulos da língua, como olá!, ou locuções, como ora bolas!. Equivalendo a frases, elas procuram expressar o estado emocional do falante num momento súbito, como uma reação imediata a uma situação vivenciada: um susto, a visão de algo belo, o sentimento de repugnância ao tocar em sujeira, etc. Nesse caso, substituem frases logicamente organizadas.

No entanto, percebemos que as interjeições também podem traduzir esses sentimentos em textos que contaram com planejamento mais longo, nos quais elas não representam, portanto, uma reação impulsiva. Nesse caso, expressam o estado mental do falante diante do assunto e funcionam como recursos para tornar a linguagem mais expressiva.

Vamos analisar esse aspecto no texto a seguir. Trata-se de parte de uma crônica/receita escrita pela culinarista paulista Mariza Plácido para um site em que divulga seus vários pratos. Leia-o e responda às questões.


Página 283



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   410   411   412   413   414   415   416   417   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal