Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem



Baixar 11.7 Mb.
Página381/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   377   378   379   380   381   382   383   384   ...   665
Pronomes pessoais retos

Pronomes pessoais oblíquos

átonos

tônicos

Singular

1ª pessoa

eu

me

mim, comigo

2ª pessoa

tu

te

ti, contigo

3ª pessoa

ele, ela

o, a, lhe, se

ele, ela, si, consigo

Plural

1ª pessoa

nós

nos

nós, conosco

2ª pessoa

vós

vos

vós, convosco

3ª pessoa

eles, elas

os, as, lhes, se

eles, elas, si, consigo

Como você viu no quadro, os pronomes pessoais oblíquos subdividem-se em átonos e tônicos. Estes últimos são usados após preposições. Observe o exemplo:

Outro dia um canário me disse: [...] Ela vem até mim.
pronome oblíquo átono
pronome oblíquo tônico
preposição
Página 262

Veja agora a capa de livro abaixo. Nela, o pronome reto eu, e não o oblíquo tônico mim, aparece após a preposição para. Por quê?



REPRODUÇÃOCapa do livro Cante para eu dormir, de Angela Morrison. Trad. Marcelle Barros Soares. Carapicuíba (SP): Pandorga, 2011.

Para entender por que isso acontece, compare estas duas formas de construção da frase:

Cante para eu dormir.
duas orações
1ª oração
pronome pessoal reto
2ª oração
sujeito do verbo dormir (2ª oração)

Cante para mim.
uma só oração
complemento do verbo cantar

pronome pessoal oblíquo tônico

Pela mesma razão, dizemos “Essa canção ficará entre mim e você”, e não “entre eu e você”. Isso porque eu não pode figurar como objeto do verbo ficar; mim é que tem a função de complemento.

Pronome de tratamento

Esta outra tira pertence à mesma sequência da que vimos na página 260. Aqui o gato novamente se dirige a um suposto público. Repare que agora ele usa a palavra vocês.



GARFIELD, JIM DAVIS © 1981 PAWS, INC. ALL RIGHTS RESERVED/DIST. UNIVERSAL UCLICK REPRODUÇÃO


Página 263

Assim como o pronome pessoal tu, você se refere à pessoa com quem se fala. No entanto, não é do mesmo tipo que tu, porque se formou a partir da forma arcaica vossa mercê, um pronome de tratamento. Os pronomes de tratamento são uma subclasse dos pronomes pessoais e se prestam a designações cerimoniosas, como senhor, senhora, senhorita, Vossa Excelência (para altas autoridades do governo), Vossa Majestade (para reis e imperadores), etc.

Os pronomes você e vocês perderam essa conotação de formalidade e, atualmente, são os mais empregados pelos falantes do português brasileiro para referência ao interlocutor. É importante observar que, apesar de designarem a 2ª pessoa do discurso, assim como os demais pronomes de tratamento, eles são formas de 3ª pessoa, como mostram o verbo e o pronome possessivo na fala de Garfield:

Eu sei que vocês estão aí. Posso ouvir sua respiração.
Sentido: você e vocês indicam a 2ª pessoa do discurso e correspondem a tu e vós.
Concordância: verbos e outros pronomes referentes a você e vocês devem flexionar-se na 3ª pessoa.

O pronome pessoal vós, relativo à 2ª pessoa do plural, raramente é usado pelo falante brasileiro, que prefere o pronome de tratamento vocês. Vós aparece em alguns discursos religiosos e jurídicos. Já o pronome tu, embora menos usado que você, ainda está presente em parte das cidades do país, principalmente nas regiões Sul, Nordeste e Norte.

Sua Santidade o Dalai Lama”

Observe o título de notícia a seguir e a legenda (ao lado) que acompanha a foto. O festival em questão, que ocorre anualmente na Inglaterra, contou com a presença, em 2015, do líder religioso do budismo tibetano, conhecido por Dalai Lama. Ele foi convidado para a festa a fim de transmitir sua mensagem de paz aos espectadores.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   377   378   379   380   381   382   383   384   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal