Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


Muitos leitores atuais criticam a excessiva adjetivação nos romances de José de Alencar. Ao afirmar que se cansou, Semíramis concorda com essa crítica? Justifique



Baixar 11.7 Mb.
Página330/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   326   327   328   329   330   331   332   333   ...   665
1 Muitos leitores atuais criticam a excessiva adjetivação nos romances de José de Alencar. Ao afirmar que se cansou, Semíramis concorda com essa crítica? Justifique.

Não. A continuidade do texto sugere a valorização dos adjetivos e não a crítica a seu uso.

2 Segundo Padre Simeão, o que diferencia os adjetivos dos substantivos?

Para o Padre Simeão, os adjetivos expressam o ponto de vista do falante, enquanto o substantivo, mais limitado, apenas nomeia a realidade.

3 O exemplo padre matreiro prova com clareza a distinção que o religioso faz entre substantivos e adjetivos? Justifique.

Sim. O substantivo padre apenas identifica um cargo religioso, sem qualquer particularidade, enquanto matreiro (esperto, sabido) acrescenta a ele uma característica específica e, nesse caso, também inesperada.

4 A lista de adjetivos anotada por Semíramis ora apresenta vírgulas para separá-los, ora não. Que efeito ela obtém com esse uso?

A presença de vírgulas mantém a forma convencional das listas, servindo para a enumeração, enquanto a ausência delas parece criar um conjunto de termos relacionados entre si, como se formassem uma expressão.

O comentário de Semíramis chama a atenção para a distinção semântica entre substantivos e adjetivos, uma vez que a personagem fala sobre os elementos representados por meio dessas duas classes gramaticais: o substantivo designa os seres em geral para nomeá-los – ele é “a substância”, “a matéria”; já o adjetivo qualifica o substantivo, caracteriza-o – ele é a “capacidade de julgar, de compreender”.

O termo semântica refere-se sempre a “sentido”. É também o nome da área que estuda a significação das palavras.

Tal distinção, embora correta, é insuficiente para analisar essas classes de palavras. O substantivo, por exemplo, não designa apenas o que é material. Além de nomear seres, objetos e lugares, ele pode designar sentimentos, conceitos, processos, qualidades. Abeleza, por exemplo, é o nome de uma característica designada por um substantivo; o estudo, o nome de um processo.


Página 228

Além disso, a distinção entre as classes gramaticais precisa considerar mais dois aspectos fundamentais: a forma (nível morfológico) e a função (nível sintático). Do ponto de vista morfológico, as duas classes são muito semelhantes, porque aceitam flexões de gênero e de número. Já do ponto de vista sintático, elas se diferenciam: o substantivo é o núcleo do sintagma nominal, isto é, a palavra mais importante da unidade, à qual se subordinam os demais termos, responsáveis por especificá-lo ou caracterizá-lo. O adjetivo é um termo subordinado ao substantivo, com o qual, inclusive, concorda em gênero e número nas variedades urbanas de prestígio. Veja:



Sintagma é uma unidade mínima dotada de significação na frase; dentro dele há um termo central, chamado determinado, e um ou mais termos relacionados a ele, chamados determinantes.



Substantivo é a palavra que nomeia seres, objetos, lugares, instituições, ações, sentimentos, estados e conceitos. É variável em gênero e número e funciona como termo determinado, ao qual se associam os termos determinantes.

Adjetivo é a palavra que caracteriza o substantivo, indicando qualidade, aparência, matéria, finalidade e procedência, entre outros valores. É variável em gênero e número e funciona como determinante do substantivo.

A concordância nominal será abordada em exercícios ao longo deste e do próximo volume. A sistematização das regras será feita no volume 3.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   326   327   328   329   330   331   332   333   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal